Novo medicamento é esperança de cura para pacientes com hepatite C

hepatite

Meninas da rede pública de ensino do DF recebem vacina contra a hepatite B(Arquivo/Agência Brasil)

Uma nova droga, ainda em aprovação nos Estados Unidos, pode representar a cura para cerca de 95% dos pacientes com hepatite C, forma mais grave da doença, segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH), Edison Roberto Parise.

A hepatite é a inflamação do fígado, causada por cinco vírus diferentes e que nem sempre apresenta sintomas. Os tipos B e C são a causa mais comum de cirrose hepática e câncer de fígado.

Atualmente, para todos os tipos da doença, o tratamento é com feito com antivirais, basicamente o interferon e a ribavirina, com duração de 48 semanas. Em alguns casos, esses medicamentos podem ser combinados com inibidores de protease, que tem muitos efeitos colaterais e cura cerca de 50% a 70% das pessoas infectadas.

Segundo Edison Parise, uma segunda série de medicamentos já está em aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. “São dois novos medicamentos que têm uma baixa tremenda de efeito colateral, mas que ainda vão ser utilizados com interferon, em alguns casos”, disse ele, ao explicar que o tratamento deve durar 12 semanas, com um índice de cura de 80% a 90%.

Uma terceira geração de medicamentos, com o mínimo de efeito colateral, deve ser aprovada até o fim do ano nos Estados Unidos. “Nesse caso, o tratamento é totalmente sem interferon, mais curto, de oito semanas, e com um índice de cura de 90% a 100%. É uma mudança drástica no tratamento da hepatite neste ano, então precisamos aproveitar isso e captar o máximo de doentes.”

O tratamento contra a hepatite é feito pelo  Sistema Único de Saúde (SUS) é bom, segundo o gerente de Projetos da Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite (ABPH), Eduardo Tadeu Lima e Silva. “Tem todas aquelas coisas do setor público e as dificuldades de qualquer tratamento de alta complexidade, como aids, malária e câncer. Mas o paciente tem atendimento e acesso a medicamentos.”

Após a aprovação de novos medicamentos, a segunda fase é a inclusão do remédio no protocolo de tratamento do SUS. “O que nós vemos é que a hepatite C não tem o mesmo apelo da aids, por exemplo, mas é tão devastadora quanto, e o número de portadores é maior”, destacou Silva. “Nosso trabalho é tirar a hepatite do anonimato, divulgar que nós temos uma doença silenciosa, que, quanto mais tarde for descoberta, mais comprometido o fígado vai estar e maior vai ser o custo do tratamento para o Estado.”

De acordo ele, a hepatite C não é uma doença tão estigmatizada quanto a aids. “Fica essa coisa de achar que a pessoa que tem cirrose é alcoólatra, que tem vida sexual promíscua. Pelo contrário, a transmissão sexual é muito rara”. Já a hepatite B é considerada, sim, uma doença sexualmente transmissível.

>>Entenda os cinco tipos da doença:

A hepatite A, na maioria dos casos, é uma doença benigna e de contágio simples, pela água mal tratada ou alimentos mal lavados. A melhor forma de se evitar a doença é melhorando as condições de higiene e de saneamento básico. Existe vacina contra o vírus da hepatite A, mas só é recomendada em casos especiais.

Para a hepatite B também há vacina, disponibilizada na rede pública de saúde. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 240 milhões de pessoas no mundo têm a doença, que pode se tornar crônica, dependendo da idade do infectado. As crianças são as mais afetadas. A hepatite B é considerada doença sexualmente transmissível e o vírus está presente no sangue, no esperma e no leite materno.

Cerca de 150 milhões de pessoas no mundo tem o tipo C da doença, que é o mais grave, pois não há vacina. A ação do vírus é lenta e silenciosa e, em 80% dos casos, torna-se crônica em pouco tempo.

A hepatite D é menos comum e depende da presença do vírus do tipo B para a infecção.

Já a hepatite E tem ocorrência rara no Brasil e é comum na Ásia e África. A transmissão é fecal-oral (patógenos das fezes tem contato com a boca), mais comum em áreas sem saneamento básico. A hepatite E pode induzir uma taxa de mortalidade de 20% entre as mulheres grávidas em seu terceiro trimestre, segundo a OMS.

*Título alterado para corrigir informação. O medicamento é para pacientes com hepatite C e não B.

Da Agência Brasil

Eleições 2014: 171 candidatos a governador disputam a preferência do brasileiro

urna_menor

Brasileiros vão às urnas no dia 5 de outubro(Fábio Pozzebom/Agência Brasil)

No dia 5 de outubro, mais de 141 milhões de eleitores devem comparecer às urnas para eleger os governadores de seus estados. De acordo com o TSE, 171 candidatos vão concorrer a 27 vagas de governador – com uma concorrência de 6,3 candidatos por vaga.

Nas eleições deste ano, cinco cargos estão em disputa. Além de governador, o eleitor brasileiro poderá eleger presidente, senador, deputado federal e deputado estadual (ou distrital, no caso do Distrito Federal).

De acordo com a Justiça Eleitoral, dos 171 candidatos ao governo dos estados, 42 (24,5% do total) tem entre 50 e 54 anos e 79,5% (136) concluíram curso superior. A profissão mais comum entre os candidatos é a de advogado. O partido que mais indicou candidatos aos governos estaduais é o PSOL (27), seguido pelo PMDB (18) e pelo PT (17).

> Eleições 2014: Conheça o perfil do candidato brasileiro

O governador do estado é a autoridade máxima do Poder Executivo local. Além das funções burocráticas, como sancionar, promulgar leis e nomear os secretários, o governador deve formular políticas públicas para melhorar a vida da população nas áreas de saúde, educação e saneamento, por exemplo.

A Agência Brasil publica a partir de hoje (28) uma série de matérias com os perfis dos candidatos a governador nos 26 estados e no Distrito Federal. A publicação será dividida por regiões e seguirá a seguinte ordem: Região Norte (hoje); Região Nordeste (amanhã, 29); Região Centro-Oeste (30); Região Sudeste (31) e Região Sul (1º).

Da Agência Brasil

Corinthians vence Palmeiras por 2 a 0 no primeiro clássico da Arena Corinthians

Da Redação

Foto: Divulgação/Corinthians

1234-9656760487

No primeiro dérbi realizado em sua Arena, o Corinthians recebeu o Palmeiras neste domingo (27) pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro e venceu a partida pelo placar de 2 a 0.

O Corinthians vai a 23 pontos, assumindo a vice-liderança da competição. O Palmeiras segue com 13 pontos, na parte intermediária da tabela.

Os primeiros minutos de partida foram de muita briga pela posse de bola, mas poucas chances reais de gol. Os dois times buscavam ganhar espaço e marcavam forte.

O Palmeiras pouco avançava no campo ofensivo, errando muitos passes. O Corinthians conseguiu nos minutos finais do primeiro tempo arriscar a gol, mas parou nas defesas de Fábio.

Guerrero, aos cinco minutos do segundo tempo, abriu o placar após boa troca de passes com Elias na entrada da área e a defesa palmeirense não conseguiu fazer o corte.

Na sequência, o Palmeiras procurava reagir, porém não conseguia espaço para criar suas jogadas. Já o Corinthians trocava passes e controlava o ritmo de jogo.

Aos 45 minutos, o Corinthians marcou o segundo gol com Petros, em chute forte de dentro da área que bateu na trave, em Fábio e entrou no gol palmeirense.

Próximos jogos de Corinthians e Palmeiras pela 13ª rodada do Brasileirão 2014

Palmeiras x Bahia – 03/ago – 16h00 – Estádio do Pacaembu

Coritiba x Corinthians – 03/ago – 16h00 – Estádio Couto Pereira

Confira a ficha técnica da partida:

http://conteudo.cbf.com.br/sumulas/2014/142113se.pdf

Fonte: FPF

São Paulo perde para o Goiás por 2 a 1 na estreia de Káka

Foto: Divulgação
kaka

Fora de casa, no Serra Dourada (GO), o São Paulo enfrentou o Goiás na tarde deste domingo (27) pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014, na partida que marcou a reestreia de Kaká pela equipe do Morumbi e acabou sendo derrotado pelo placar de 2 a 1.

O Goiás vai a 20 pontos com a vitória, ocupando o sétimo lugar da tabela de classificação, enquanto o São Paulo segue com 19.

O São Paulo começou a partida tocando mais a bola e criando chances de gol, enquanto o Goiás ficava na defesa, à espera de uma brecha para encaixar o contra-ataque.

Aos 26 minutos, Kaká arriscou o chute e levou perigo para a meta esmeraldina. A partida continuava sob o controle são-paulino, que criava mais chances de gol e tinha maior presença ofensiva.

Apesar da pressão do time visitante, foi o Goiás a abrir o placar aos 44 minutos. Após falta cobrada por David, Amaral subiu para o cabeceio e mandou a bola no canto esquerdo da meta de Rogério Ceni.

Bruno Mineiro, no começo do segundo tempo, fez o segundo gol do Goiás na partida, aproveitando lance iniciado em cobrança de escanteio.

O São Paulo procurava reagir na partida e o Goiás apertava em busca do terceiro gol. Aos 31, Kaká diminuiu para o São Paulo, ao receber passe de Alexandre Pato e bater sem chance de defesa para o goleiro goiano.

Próximos jogos de Goiás e São Paulo pela 13ª rodada do Brasileirão 2014

São Paulo x Criciúma – 02/ago – 18h30 – Estádio do Morumbi

Fluminense x Goiás – 03/ago – 18h30 – Estádio do Maracanã

Confira a ficha técnica da partida:

http://conteudo.cbf.com.br/sumulas/2014/142120se.pdf

Fonte: FPF

Placar geral: Confira os resultados dos jogos deste fim de semana

Da Redação: Veja os últimos resultados

brazuca-

Domingo, 27 julho 2014

Brasileiro Série A
18h30-Flamengo/RJ 1 x 0 Botafogo/RJ-Local: Maracanã – Rio de Janeiro – RJ
18h30-Grêmio/RS 2 x 3 Coritiba/PR-Local: Arena do Grêmio – Porto Alegre – RS
16h00-Sport/PE 2 x 1 Atlético/MG-Local: Ilha do Retiro – Recife – PE
16h00-Corinthians 2 x 0 Palmeiras-Local: Arena Corinthians – São Paulo – SP
16h00-Goiás/GO 2 x 1 São Paulo-Local: Serra Dourada – Goiânia – GO
16h00-Atlético/PR 0 x 3 Fluminense/RJ-Local: Arena da Baixada – Curitiba – PR

Brasileiro Série C
17h00-Treze/PB 3 x 0 Paysandu/PA-Local: Pres. Vargas – Campina Grande – PB
16h00-Águia de Marabá/PA 2 x 1 Cuiabá/MT-Local: Zinho de Oliveira – Marabá – PA
16h00-CRB/AL 2 x 2 Salgueiro/PE-Local: Rei Pelé – Maceió – AL
16h00-Crac/GO 0 x 0 ASA/AL-Local: Genervino da Fonseca – Catalão – GO

Brasileiro Série D
17h00-Moto Club/MA 2 x 2 Interporto/TO-Local: Castelão – São Luís – MA
17h00-Princesa do Solimões/AM 0 x 0 Rio Branco/AC-Local: Estádio da Colina
16h00-São Raimundo/RR 2 x 0 Genus/RO-Local: Ribeirão
16h00-Anapolina/GO 1 x 1 Villa Nova/MG-Local: Jonas Duarte
16h00Grêmio Barueri/SP 0 x 1 Luziânia/GO-Local: Arena Barueri – Barueri – SP
16h00-Brasiliense/DF 3 x 0 Estrela do Norte/ES-Local: Boca do Jacaré
16h00-Brasil de Pelotas/RS 2 x 1 Cabofriense/RJ-Local: Antônio V. Ramos – Gravatai – RS
16h00-Central/PE 1 x 1 Campinense/PB-Local: Lacerdão
16h00-Confiança/SE 1 x 1 Porto/PE-Local: Presidente Médici – Itabaiana – SE
16h00-Globo FC/RN 3 x 1 Vitória da Conquista/BA-Local: Barretão
16h00-Guarani de Palhoça/SC 1 x 1 Maringá/PR-Local: Renato Silveira
16h00-Jacuipense/BA 4 x 1 Baraúnas/RN-Local: Joia da Princesa
16h00-Londrina/PR 1 x 0 Metropolitano/SCLocal: Estádio do Café – Londrina – PR
16h00River/PI 1 x 1 Remo/PA-Local: Albertão

Copa Paulista de Futebol Profissional
10h00-Juventus 0 x 0 Taubaté-Local: Conde Rodolfo Crespi
10h00-Mirassol 0 x 0 Botafogo-Local: José Maria de Campos Maia
10h00-Inter de Limeira 3 x 1 Red Bull BrasilLocal: Major José Levy Sobrinho
10h00-São José EC 2 x 4 Santo André-Local: Martins Pereira
10h00-São Bento 2 x 1 Sorocaba-Local: Walter Ribeiro

Paulista Segunda Divisão
15h00-Olímpia 1 x 0 Bandeirante EC-Local: Maria Tereza Breda
10h00-CA Diadema 3 x 2 Sumaré-Local: Baetão
10h00-Guariba 1 x 3 Manthiqueira-Local: Domingos Baldan

Sábado, 26 julho 2014

Brasileiro Série A
19h30-Bahia/BA 0 x 1 Internacional/RS-Local: Fonte Nova – Salvador – BA
18h30-Criciúma/SC 1 x 3 Vitória/BA-Local: Heriberto Hulse – Criciúma – SC
18h30-Santos 3 x 0 Chapecoense/SC-Local: Vila Belmiro
18h30-Cruzeiro/MG 5 x 0 Figueirense/SC-Local: Mineirão – Belo Horizonte – MG

Profissional
19h00-Alianza Lima/PER (9) 2 x 2 (8) Valencia/ESP-Local: Estadio Nacional del Perú

Brasileiro Série B
21h00-Sampaio Corrêa/MA 2 x 0 Vila Nova/GO-Local: Castelão – São Luis – MA
21h00-Paraná/PR 1 x 0 ABC/RN-Local: Durival Britto – Curitiba – PR
16h20-Santa Cruz/PE 2 x 3 Ceará/CE-Local: Arruda – Recife – PE
16h20-Joinville/SC 0 x 1 Avaí/SC-Local: Arena Joinville – Joinville – SC
16h20-Ponte Preta 0 x 0 Vasco/RJ-Local: Moisés Lucarelli – Campinas – SP
16h00-Atlético/GO 2 x 0 Náutico/PE-Local: Serra Dourada – Goiânia – GO

Brasileiro Série C
18h30-Fortaleza/CE 0 x 0 Botafogo/PB-Local: Castelão – Fortaleza – CE
16h00-Duque de Caxias/RJ 1 x 1 Tupi/MG-Local: Los Larios – Duque de Caxias – RJ
16h00-Macaé/RJ 2 x 1 Mogi Mirim/SP-Local: Cláudio Moacyr – Macaé – RJ
15h00-Guaratinguetá/SP 0 x 0 São Caetano/SP-Local: Dario Leite – Guaratingueta – SP

Brasileiro Série D
15h00-Tombense/MG 4 x 0 Goianésia/GO-Local: Antônio de Almeida – Tombos – MG
15h00-Boavista/RJ 0 x 0 Pelotas/RS-Local: Eucy Resende – Saquarema – RJ

Copa Paulista de Futebol Profissional
19h30-São Bernardo 5 x 0 Grêmio Osasco-Local: Estádio 1º de Maio
16h00-Independente 1 x 0 UA Barbarense-Local: Com. Agostinho Prada
16h00-Comercial RP 1 x 0 Batatais-Local: Dr. Francisco de Palma Travassos
15h00-Paulista 0 x 1 XV de Piracicaba-Local: Dr. Jaime Pinheiro de Ulhoa Cintra
15h00-Santacruzense 1 x 1 Ferroviária-Local: Deputado Leônidas Camarinha

Paulista Segunda Divisão
21h00-Primavera 1 x 0 AA Portuguesa-Local: Ítalo Mário Limongi
16h00-Grêmio Prudente 8 x 0 Suzano-Local: Paulo Constantino
15h00-Mauaense 1 x 0 Taboão da Serra-Local: Pedro Benedetti
15h00-Pirassununguense 1 x 1 Vocem-Local: Belarmino Del Nero
15h00-Paulínia FC 2 x 1 EC São Bernardo-Local: Luiz Perissinotto
15h00-União FC 3 x 0 Inter de Bebedouro-Local: Francisco Marques Figueira
15h00-Atibaia 4 x 0 Assisense-Local: Salvador Russani
15h00-Nacional 2 x 2 União São João-Local: Nicolau Alayon

Sexta, 25 julho 2014
Profissional
21h00-Estudiantes/ARG 0 x 1 Fiorentina/ITA-Local: Estadio Ciudad de La Plata

Brasileiro Série B
21h00-América/RN 1 x 0 América/MG-Local: Arena das Dunas – Natal – RN
21h00-Boa/MG 2 x 1 Bragantino-Local: Dilzon Melo – Varginha – MG
20h00-Boa Esporte/MG 2 x 1 Bragantino/SP-Local: Dilzon Melo – Varginha -
MG
19h30-Oeste 2 x 1 Luverdense/MT-Local: Estádio dos Amaros

Paulista Segunda Divisão
20h00-Barretos 4 x 0 Guarujá-Local: Fortaleza

Santos vence Chapecoense por 3 a 0 e vira vice-líder do Brasileirão 2014

Da Redação

f2rrrh76b01nwnq0ww7b0zak1

Rildo comemora o primeiro gol do Santos contra a Chapecoense, na Vila Belmiro(Guilherme Dionízio/Gazeta Press)

Abrindo a 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos recebeu a Chapecoense neste sábado (26) na Vila Belmiro e conseguiu a vitória pelo placar de 3 a 0.

O Santos vai a 20 pontos com o resultado e assume a vice-liderança provisória do Brasileirão. Com 11, a Chapecoense fica próxima da zona de rebaixamento.

Aos 12 minutos de partida, o Santos abriu o placar da Vila com Rildo, que recebeu bom passe e teve espaço para dar um toque na bola e tirar a chance de defesa do goleiro Danilo.

O Santos passou a administrar a vantagem e a Chapecoense conseguiu se lançar ao ataque. Aos 23 minutos, Fabiano bateu falta e a bola passou por cima da meta de Aranha.

A equipe catarinense continuou com as melhores chances da primeira etapa, investindo nas jogadas na área para tentar vencer a defesa santista durante a primeira etapa.

A Chapecoense voltou para o segundo tempo pressionando e Aranha conseguiu evitar o gol de empate dos catarinense em chute de Dedé.

O Santos respondeu aos seis minutos com Gabriel marcando o segundo gol santista, ao receber bola cruzada na área por Thiago Ribeiro e finalizar sem possibilidade de defesa para o goleiro catarinense.

A Chapecoense continuava tentando reagir na partida, com o Santos marcando forte e buscando administrar a vantagem em campo. Abuda arriscou o chute aos 18 e Aranha foi para a defesa.

O time catarinense pressionava e dava trabalho para a defesa santista, que segurava o ímpeto ofensivo dos adversários. Aos 34, Diego Cardoso fez o terceiro do Santos, aproveitando jogada pela direita de Thiago Ribeiro e batendo sem marcação para fechar a contagem da partida.

Próximos jogos de Santos e Chapecoense pela 13ª rodada do Brasileirão 2014

Chapecoense x Flamengo – 03/ago – 16h00 – Arena Condá

Internacional x Santos – 03/ago – 18h30 – Estádio do Beira-Rio

Confira a ficha técnica da partida:

http://conteudo.cbf.com.br/sumulas/2014/142114se.pdf

Fonte: FPF

Em primeiro clássico da Arena, Corinthians e Palmeiras se enfrentam neste domingo

Da Redação: Para o primeiro clássico paulista da Arena Corinthians Polícia Militar espera 37 mil pessoas

Foto: Divulgação/Corinthians

1classico-923017724

A 12ª rodada do Campeonato Brasileiro irá marcar o primeiro clássico paulista da Arena Corinthians. Dentro de campo, Corinthians e Palmeiras irão escrever mais um capítulo na história deste dérbi. O alvinegro é o segundo colocado com 20 pontos ganhos e busca a vitória para se aproximar do líder Cruzeiro. Já o alviverde, que é o 12º com 13, visa se reabilitar no torneio após duas derrotas seguidas.

Disputando seu primeiro clássico após retornar ao Corinthians, o volante Elias comentou sobre a rivalidade entre as equipes. “O Palmeiras é o rival eterno do Corinthians. São clubes grandes que sempre se enfrentaram e se respeitaram. Considero, sim, que o Palmeiras sempre será o maior rival”, disse.

Para a partida, o técnico Mano Menezes não poderá contar com o meia Jadson, que recebeu o terceiro cartão amarelo na rodada anterior. Seu substituto será Renato Augusto. No ataque, Angel Romero ganhou a posição de Luciano devido a boa atuação diante do Bahia pela Copa do Brasil.

Pela primeira vez no dérbi, o técnico Ricardo Gareca mostrou-se animado com a partida e afirmou querer viver um grande momento pelo Palmeiras. “Não tenho experiência neste clássico, mas sei a importância. Será algo importante para mim na carreira como treinador, estou vivendo algo muito bom. Viver esse clássico como treinador é uma das coisas mais importantes da minha carreira como técnico. Viverei este momento dessa maneira”, declarou.

Mesmo atuando fora de casa, o argentino espera a sua equipe tome as ações principais das partidas para conquistar o resultado. “O Palmeiras tem de jogar e tratar de ser protagonista. Em casa ou no estádio do Corinthians, temos de ser protagonistas. É isso que eu quero”, acrescentou.

Ficha Técnica

Corinthians: Cássio, Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias, Petros e Renato Augusto; Angel Romero e Guerrero.

Técnico: Mano Menezes.

Palmeiras: Fábio; Wendel, Tobio, Wellington e Marcelo Oliveira; Josimar (Diogo), Renato, Wesley e Felipe Manezes; Mouche e Henrique.
Técnico: Ricardo Gareca.

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE);
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP);
Quarto Árbitro: Marcio Henrique de Gois (SP);
Assistente Adicionais: Raphael Claus (SP) e Leandro Bizzio Marinho (SP);
Local: Arena Corinthians, em São Paulo;
Data: domingo, 27, às 16h.

Fonte: FPF

São Paulo enfrenta o Goiás no Serra Dourada

Da Redação: Para se recuperar de derrota, o time são-paulino conta com a volta de Kaká e Rafael Tolói

Foto: Divulgação/São Paulo

sao-paulo-goias-brasileirao-3587878537

Pela 12ª rodada do Brasileirão 2014, o São Paulo visita o Goiás no estádio Serra Dourada, em Goiânia, neste domingo (27), às 16h. Na última rodada o time paulista sofreu uma derrota pelo placar mínimo contra a Chapecoense, e a equipe mandante não saiu de um empate sem gols diante do Sport.

A grande expectativa para esta partida é a do retorno de Kaká com a camisa são-paulina. Outro nome que deve aparecer no time titular é o do zagueiro Rafael Tolói. Com as alterações, Osvaldo e Maicon perdem espaço no time, e Rodrigo Caio, que estava atuando na zaga, volta a jogar como volante.

Para o atacante Alan Kardec é um privilégio atuar ao lado de Kaká e Ganso. “Com certeza é o sonho de todo o atacante ter dois jogadores desse nível para nos municiar na frente. Para todos nós brasileiros, o Kaká é um ídolo, e é um sonho de todos poderem atuar ao lado dele, assim como já está sendo jogar com o Ganso. São jogadores de extrema qualidade”, declarou.

Contratado durante a intertemporada, o lateral-direito Moisés irá estrear pelo Goiás neste final de semana. “Vontade e empenho não vão faltar. Espero que o torcedor compareça ao Serra e nos apoie os 90 minutos, com eles seremos mais fortes”, declarou o jogador.

O atleta também falou da ansiedade da estreia e enalteceu o trabalho de preparação do grupo, que não vence há quatro rodadas “Um frio na barriga sempre tem, e é normal. Mas nossa equipe tem trabalho muito forte, tenho certeza que podemos fazer uma grande partida”, afirmou Moisés.

Ficha Técnica

Goiás: Renan; Moisés, Jackson, Pedro Henrique e Lima; Amaral, Thiago Mendes, David e Ramon; Erick e Bruno Mineiro.
Técnico: Ricardo Drubscky.

São Paulo: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Tolói, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Rodrigo Caio, Souza, PH Ganso e Kaká; Ademilson e Alan Kardec.
Técnico: Muricy Ramalho.

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS);
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Jose Antônio Chaves Franco Filho (RS);
Quarto Árbitro: Breno Veira Souza (GO)
Adicionais: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS) e Diego Almeida Real (RS)
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO);
Data: domingo (27), às 16h.

 

Fonte: FPF

Dunga cai em contradição sobre operação investigada

O treinador da seleção brasileira, Dunga, caiu em contradição ao explicar uma operação financeira que, segundo decisão de um órgão do Ministério da Fazenda, apresenta indícios “veementes” de nunca ter existido.

Em nota de 32 páginas enviada à Folha, o treinador afirmou, em duas respostas diferentes, que emprestou US$ 270 mil ao clube japonês Júbilo Iwata em 1998.

De acordo com Dunga, a concessão desse empréstimo, sem cobrança de juros ou correção monetária, foi uma exigência para que ele fosse contratado pela equipe.

“Se eu não tivesse aceitado tal condição [não cobrar juros e correção monetária], o negócio não teria sido efetivado e, deste modo, em 1998, eu não teria sido contratado para jogar, profissionalmente, pelo Júbilo Iwata”, escreveu Dunga no e-mail enviado à reportagem.

Em 1998, contudo, Dunga não foi contratado para jogar profissionalmente pelo clube japonês. Aquele ano foi seu último pelo clube.

De acordo com o próprio site de Dunga, ele entrou no time em 1994, ano em que foi capitão da seleção na conquista do tetra mundial.

A contradição de Dunga acontece justamente ao explicar a operação financeira que apresenta indícios de nunca ter existido, de acordo com decisão do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

Como a Folha revelou nesta sexta (25), a Receita Federal cobra R$ 907 mil de Dunga em imposto de renda, duas multas e juros. O treinador da seleção teve o primeiro recurso rejeitado pelo Carf. Ele recorreu novamente e, até a decisão definitiva, a cobrança fica em suspenso.

A principal questão tratada pela decisão do Carf é um depósito de US$ 270 mil recebido por Dunga em uma conta no exterior, sobre o qual o ex-atleta não recolheu imposto. Ele afirma que o montante era o pagamento de um empréstimo que diz ter feito, em 1998, ao Júbilo Iwata.

Segundo Dunga, ele emprestou o valor sem juros e recebeu o mesmo valor do clube japonês em 2002. O técnico disse que não houve acréscimo patrimonial e assim não deveria ser cobrado imposto.

No Carf, contudo, ele não conseguiu comprovar essa transação de 1998 e os US$ 270 mil recebidos em 2002 entraram na base de cálculo do imposto.

Entre os indícios de que a operação não existiu, o Carf cita o fato de Dunga ter afirmado que não houve cobrança de juros e que a transação foi feita em dinheiro vivo e justificada com recibos em português, mas assinado por uma empresa com sede em Mônaco.

Daniel Marenco – 22.jul.14/Folhapress

421087-970x600-1

Dunga é apresentado como novo técnico da seleção brasileira na Barra da Tijuca, no Rio

DE FILIPE COUTINHO/FOLHA DE SÂO PAULO
DE BRASÍLIA

Carreta entala em viaduto e interdita faixas da av. Ricardo Jafet, em SP

Marco Ambrosio/Folhapress

14207104

Carreta colide entala no viaduto Saioá, na avenida Ricardo Jafet, na manhã deste sábado

Uma carreta colidiu e entalou no viaduto Saoiá, na avenida Ricardo Jafet, por volta das 6h45 deste sábado (26).

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), duas faixas da via no sentido centro continuam interditadas por causa do acidente.

A colisão provocou queda de concreto na pista e deixou expostas algumas ferragens do viaduto. Ninguém se feriu.

Uma perícia vai determinar se há ou não necessidade de interditar o viaduto.

Segundo a CET, três faixas da avenida estão liberadas para o tráfego, mas o bloqueio parcial causa lentidão no trecho. A recomendação é para que os motoristas evitem passar pelo local.

 

DA FOLHA DE SÃO PAULO