Festival de Música “Canto de Julho” termina no final de semana na Praça do Samba

Da Redação

Neste final de semana, 4 e 5/8, a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria da Cultura, realiza a última etapa do Festival de Música “Canto de Julho”. Trata-se de um projeto que nasceu por iniciativa popular, para a classe artística de Osasco e região fomentar a diversidade cultural, mostrando seu trabalho e intensificando o contato com o público, promovendo assim o intercâmbio entre os músicos.

Os shows acontecem no sábado, 4/8, e domingo, 5/8, das 11h às 19h, na Praça do Samba, localizada na Rua Alexandre Baptistone, Km 18, com entrada gratuita.

No total são mais de 20 atrações nesta edição 2018, reunindo shows de variados estilos musicais, feira de artesanato, espaço Brincar e praça de alimentação. Informações: (11) 2183-6199 ou pelo facebook @culturaos

Programação das apresentações:

- Dia 4/8 (Sábado)

11h – Caxaxados (Forró)

12h – Eli Moringa (MPB)

13h – Grupo Sampb (Samba)

14h – Natural Frits (Reggae)

15h – Rebentos Mc’s (Rap)

16h – No Way (Heavy Metal)

17h – Casa dos Violerios de Osasco (Sertanejo)

18h – Banda Maxbr4 (Pop Rock)

 

- Dia 5/8 (Domingo):

11h – Mickey Junkies (Rock)

12h – Grupo Peabiru (MPB)

13h – Peão Brasil e Parentinho (Sertanejo)

14h – Banda Abstruse (Rock)

15h – Jica e Turcão (MPB)

16h – Ana Luisa Ramos (Pop)

17h – Dugueto Shabazz (Hip Hop)

18h – Batista Júnior (Samba Rock)

OOOOsasco_1532444072_[12]

 

Samuel Sanches

5ª Semana Municipal de Capoeira de Embu das Artes

Da Redação

A 5ª Semana Municipal de Capoeira acontece a partir do dia 3/8 com atividades em vários locais da cidade. O evento conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura. Confira a programação abaixo e participe.

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que reúne arte marcial, esporte, cultura popular, dança e música, e é difundida de modo oral e gestual nas ruas e academias, além de gerar relações de sociabilidade entre mestres e discípulos.

Programação

3/8, às 19h – Abertura Solene
Local: Centro Cultural Parque Pirajuçara – av. Aimara, s/n

4/8, 9h às 14h – Vivência com os Mestres da região
Local: Associação Itambé da Bahia – rua Madeira, 80 – Jd. Novo Campo Limpo

5/8, às 10h – Apresentação Grupo Berimbau de Prata
Local: Escola Estadual João Martins – Estrada de Itapecerica a Campo Limpo, 52

6 a 10/8 – Apresentações nas escolas municipais

11/8, às 9h – 1ª Mostra Cultural da Semana de Capoeira
Local: Ginásio Hermínio Espósito – Alameda Fernando Batista Medina, 120, Centro

semanadacapoeira-site

Cotia recebe grandes nomes da engenharia em workshop: Paredes de Concreto

Da Redação

Inscrições estão abertas e as vagas são limitadas. O evento acontece na quarta-feira (01/08), às 18h, no auditório da Faculdade Mario Schenberg

Voltado para profissionais atuantes na produção de edifícios, engenheiros, arquitetos, tecnólogos e interessados no assunto, o workshop “Paredes de Concreto” trará conceitos, controles, execução e normas sobre o sistema construtivo em paredes de concreto. O encontro será realizado pelo Grupo Parede de Concreto, Associação dos Arquitetos, Engenheiros e Técnicos de Cotia (AETEC), com o apoio da Prefeitura de Cotia.

Serão quatro palestras no auditório da Faculdade Mario Schenberg, a abertura e credenciamento será às 18h, logo após, às 18h20, a abertura será feita pelo presidente da AETEC, engenheiro Arthur Augusto Weigand Berna.

A primeira palestra está marcada para às 18h30, com o engenheiro Rubens Monge Silveira, coordenador do Grupo Parede de Concreto – ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) que discursará sobre Cenário atual para Parede de Concreto.

O próximo a se apresentar, às 19h05, será o engenheiro João Batista Rodrigues da Silva, diretor do IBTS (Instituto Brasileiro de Telas Soldadas), abordando sobre Telas Soldadas para Paredes de Concreto.

Entre às 19h40 e às 20h10 será feito um intervalo e, na sequência começa a palestra ‘Tecnologia do Concreto para Utilização na Parede’, com o engenheiro e consultor da ABESC (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Concretagem), Arcindo Vaquero y Mayor.

O engenheiro e diretor da Wendler Projetos, Arnoldo Wendler, será o último da noite a se apresentar, às 20h45, com o tema: Normas de Parede de Concreto – NBR 16.055 Comentada segundo a Norma de Desempenho NBR 15.575.

Após as palestras, será aberto o momento para perguntas e debates sobre todos os assuntos tratados ao longo da noite. O evento é gratuito e as vagas são limitadas, para fazer a sua inscrição basta clicar no link: https://goo.gl/FpLXTK

Serviço

Workshop “Paredes de Concreto”

Data: 1 de Agosto – quarta-feira
Horário: Das 18h00 às 22h00
Local: Auditório da Faculdade Mario Schenberg
Endereço: Estrada Mun. Walter Steurer, 1413 – Granja Viana – Cotia – SP

 

Foto: Vagner Santos

DSC3283-cotia

13º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo

Da Redação

ATRIZ INÉS EFRON É HOMENAGEADA NO FESTIVAL DE CINEMA LATINO-AMERICANO DE SP

*** atriz tem presença no evento de 29/07 a 1/08

*** Efron participa do debate “O Cinema no Feminino”, em 31/07, às 19h30

*** a artista recebe Troféu Fundação Memorial da América Latina na cerimônia de encerramento do festival, em 1/08, às 20h00

Atriz de filmes assinados pelos mais prestigiosos cineastas argentinos da atualidade – como Lucrecia Martel, Daniel Burman, Lucía Puenzo e Gustavo Taretto –, Inés Efron é homenageada pelo 13º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, que acontece até 1/08, em diversas salas de São Paulo.

A atriz argentina nascida no México tem presença em São Paulo de 29/07 a 1/08, quando apresenta quatro títulos de sua filmografia. Ela participa ainda do debate Cinema da Vela Especial – “O Cinema no Feminino”, que acontece em 31/07, terça-feira, às 19h30, no Cinesesc, ao lado da cineasta colombiana Viviana Gómez Echeverrey (de “Keyla”) e da jornalista brasileira Flávia Guerra (mediadora).

A programação de filmes da homenageada inclui “Amorosa Soledad” (Argentina, 82 min, 2008), de Martín Carranza e Victoria Galardi. No longa-metragem, a protagonista, Soledad, terminou há pouco tempo com seu namorado. Morando sozinha e trabalhando em uma loja de decoração, ela resolve que ficará uns três anos sem qualquer tipo de relacionamento, até conhecer Nicolás… O filme tem projeção em 30/07, às 21h00, no Cinesesc.

Já “Cerro Bayo” (Argentina, 88 min, 2010), de Victoria Galardi, se passa quando está se aproximando a temporada de esqui numa cidadezinha da Patagônia. Mas o seu ritmo tranquilo do lugar é alterado quando a matriarca de uma família bem peculiar tenta o suicídio. Enquanto ela permanece em coma, suas filhas, genros e netos verão como suas vidas são modificadas a partir do incidente. A exibição do filme acontece em 29/07, às 18h30, no Cinesesc.

Dirigido pela consagrada Lucía Puenzo (do sucesso internacional “XXY”), “O Menino Peixe” (Argentina/França/Espanha, 96 min, 2009) tem como personagem principal uma adolescente apaixonada pela empregada da família. A diferença de classe social e a falta de apoio da sociedade em que vivem faz com que cometam um crime para tentar mudar para o Paraguai e começar uma vida junta. O filme foi selecionado para Berlim, entre outros festivais, e ganha projeção em 26/07, às 19h30, no Centro Cultural Banco do Brasil.

Encerra a retrospectiva dedicada a Inés Efron o grande sucesso de bilheteria, “Voley” (Argentina, 109 min, 2015), de Martín Piroyansky. O enredo focaliza cinco amigos, juntos desde a adolescência. Aos 25 anos, eles continuam juntos, embora tenham mais diferenças do que pontos de encontro. Uma festa de fim de ano, no entanto, vai gerar resistências devida a presença de uma nova pessoa ao grupo. “Voley” tem apresentação em 31/07, às 17h00, no Cinesesc.

Na cerimônia de encerramento do evento, em 1/08, às 20h00, no Cinesesc, a atriz recebe o Troféu Fundação Memorial da América Latina, como homenageada desta edição.

O Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo reúne os destaques da produção mais recente feita na América Latina e no Caribe, incluindo vários títulos inéditos no Brasil. No total, são exibidos 77 filmes, representando 11 países da região: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, México, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Com curadoria e direção assinadas por Jurandir Müller e Francisco Cesar Filho, o Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo é uma realização do Memorial da América Latina, da Secretaria de Estado da Cultura, da Associação do Audiovisual e da PaleoTV.

Uma iniciativa do Ministério da Cultura / Lei Federal de Incentivo à Cultura, o evento conta com patrocínio da Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo e é uma correalização do Sesc São Paulo, Centro Cultural Banco do Brasil e do Instituto CPFL.

Mais informações podem ser acessadas no website do festival www.festlatinosp.com.br/ e na fanpage oficial do evento – facebook.com/festlatinosp.

 

Serviço

13º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo

http://www.festlatinosp.com.br/

https://www.facebook.com/festlatinosp

25 de julho a 1º de agosto de 2018

abertura: 25 de julho de 2018, quarta-feira, às 19h30, no Memorial da América Latina

 

locais

Memorial da América Latina (Praça Cívica, Auditório Simón Bolívar e Biblioteca Latino-Americana)

Cinesesc

Centro Cultural Banco do Brasil

Instituto CPFL

Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo

realização

Ministério da Cultura, Memorial da América Latina / Secretaria de Estado da Cultura, Associação do Audiovisual e PaleoTV
iniciativa

Ministério da Cultura / Lei Federal de Incentivo à Cultura

patrocínio

Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

correalização

Sesc São Paulo, Centro Cultural Banco do Brasil e Instituto CPFL

consulados participantes

Consulado Geral da República da Argentina, Consulado Geral do Chile em São Paulo, Consulado Geral da Colômbia, Consulado Geral do México em São Paulo, Consulado do Paraguai e Consulado Geral do Uruguai

apoio

Ciba-Cilect, Hotel Paulista Wall Street, Estúdios Quanta e Canal Brasil

ines efron_homenageada FestlatinoInés Efron

voley3

 

Cotia:Inscrições abertas para oficina gratuita de fotografia, em Caucaia

Da Redação

A oficina Vivências Fotográficas Corpo e Luz acontece de 6 a 11 de agosto. Inscrições devem ser feitas no Centro Cultural Caucaia do Alto

Estão abertas as inscrições para a oficina gratuita de fotografia ‘Vivências Fotográficas Corpo e Luz’, em Caucaia do Alto. O projeto é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Cotia, por meio da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer, e o ProacSP. Serão disponibilizadas 27 vagas para pessoas com idade entre 12 e 18 anos. Para se inscrever é preciso levar cópia da carteira de identidade e comprovante de residência diretamente no Centro Cultural de Caucaia do Alto.

O objetivo do projeto é trazer na fotografia artística um instrumento pedagógico, ativar o contato das pessoas com a linguagem fotográfica de maneira íntima, por meio do retrato. Todos os participantes receberão apostila com o conteúdo teórico e técnico das aulas. Ao final do curso, será realizada a produção de livretos com fotografias feitas pelos alunos.

As aulas serão ministradas pela fotógrafa Camilla Loreta. A profissional tem formação em Artes Visuais: História Crítica e Curadoria, pela PUC-SP, e Técnica em Direção Cinematográfica, pela Academia Internacional do Cinema. Camilla, já dirigiu curtas-metragens, fez exposições fotográficas, realizou diversos trabalhos em parceria com grupos de teatro.

A oficina de fotografia acontecerá de 6 a 11de agosto, das 13h às 17h, sendo que no sábado (11/08), a aula será das 8h às 13h.

Centro Cultural Caucaia do Alto

Endereço: Rua José Lopes Neto, 320

Segunda a sexta, das 8h às 17h

Telefone: 4614-0061
Foto: Vagner Santosoficina_fotografia-1170x781

Feira de Artes de Cotia passa a ser quinzenal

 Da Redação

Iniciativa da Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer busca valorizar e divulgar o trabalho de artesãos do município. Evento era conhecido apenas como Feira de Artesanato.

A partir deste mês, a Feira de Artes de Cotia, antes apenas Feira de Artesanato, passou a ser quinzenal, no Calçadão Central, na avenida Senador Feijó, sempre das 10h às 17h. A primeira edição de julho aconteceu no dia 7 e a próxima já está marcada para o dia 21, por iniciativa da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer.

A Feira de Artes de Cotia reúne artesanato, artes plásticas e diversas expressões culturais com artistas da cidade. Artistas e artesãos interessados em participar da Feira devem procurar o Departamento de Cultura da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer pelo telefone 4148-8929 ou comparecer à rua Jorge Caixe, 306, Jardim Nomura, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Fotos: DivulgaçãoFeira de Artes de CotiaFeira de Artes de Cotia (1)Feira de Artes de Cotia (2)

Exposição e show marcam o mês do rock em Barueri

Da Redação

O rock está em alta neste mês e a Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri aproveita a onda organizando eventos pela cidade. Na sexta-feira (dia 13), quem for ao Ganha Tempo vai prestigiar uma exposição com desenhos exclusivos do artista André Araújo em alusão aos grandes astros e bandas do rock nacional e internacional. E no sábado (dia 14), a partir das 13h, o Parque Municipal vai receber bandas locais para comemorar as seis décadas desse estilo que continua contagiando gerações.

Em 1985, no dia 13 de julho, aconteceu o festival Live Aid, em Londres, na Inglaterra e na Filadélfia, nos EUA. O megaevento foi organizado pelo escocês Midge Ure e pelo vocalista da banca Boomtown Rats, Bob Geldof. O objetivo era arrecadar fundos para revertê-los à Etiópia, país cuja população sofre com a fome. Na ocasião, Phill Collins, então da banda Genesis, declarou aquele como o “Dia do Rock”.

Os brasileiros abraçaram a data e a comemoram todo ano, mas Europa e EUA não levaram muito a sério a declaração entusiasmada de Phill Collins, segundo explicação do saudoso jornalista e roqueiro Kid Vinil, em entrevista concedida em 2014. Segundo ele, para os “gringos” dia do rock é todo dia.

De toda forma, em Barueri a data está mais do que valendo. A Exposição “Mitos do Rock” tem entrada gratuita e fica até o dia 31 de julho. No Parque Municipal o rock dominará o palco e a plateia a partir das 13h do sábado com bandas locais, como o Triares, dona de um estilo identificado como “Modern Rock” com influência de grupos como Deep Purple e Alter Bridge.

Onde: Exposição “Mitos do Rock”, dia 13, no Ganha Tempo. Av. Henrique Mendes Guerra, 550. Centro. Informações 4199-1600.

Barueri no Dia Mundial do Rock, dia 14, Parque Municipal. Rua Ângela Mirella, 500, Vila Porto, a partir das 13h.

barueri

Mais uma vez o rock vai rolar no Parque Municipal
Foto:André Menezes / Secom

Barueri realizará cursos gratuitos de informática básica e intermediária

Da Redação

Mais turmas dos cursos de informática oferecidos gratuitamente pela Prefeitura de Barueri por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho (SICT) serão abertas. Trata-se do Programa Qualifica, que tem o objetivo de oferecer a jovens e adultos da cidade as ferramentas necessárias para competirem no mercado de trabalho.

Há vagas para os cursos de Informática Básica e também Intermediária, ambos voltados a moradores de Barueri com 16 anos ou mais. É preciso estar com o Registro Municipal atualizado no Ganha Tempo para fazer a matrícula. As vagas são limitadas.

Mas fique atento! A inscrição ficará aberta apenas nos dias 30 e 31 de julho (segunda e terça-feira), das 8h30 às 16h, no Centro de Qualificação Profissional, localizado na rua Domingos Crudo, 248, Centro – Barueri, onde serão ministradas as aulas, que têm previsão de início para 6 de agosto de 2018.

As aulas ocorrerão de segunda a sexta-feira em quatro opções de horários: das 8 às 10h, das 10 às 12h, das 13 às 15h e das 15 às 17h. Os cursos têm carga horária de 48h e quem frequentar as aulas com regularidade receberá certificado.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 4199-0513 e 4163-1340.

Requisitos para matrícula

Informática Básica: é preciso ser morador de Barueri, estar com o Registro Municipal atualizado no Ganha Tempo, ter 16 anos ou mais e estar cursando ou já ter concluído o 8º ou 9º anos do Ensino Fundamental. Os documentos exigidos para matricula são: RG, CPF, comprovante de endereço e Histórico ou Declaração Escolar.

Informática Intermediária: além de também ser munícipe, estar com o Registro Municipal atualizado e ter 16 anos ou mais, é preciso estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio. Para a matrícula, levar RG, CPF, comprovante de endereço, Histórico ou Declaração Escolar e o Certificado do Curso de Informática Básica, que pode ser o do Qualifica ou não.

IMG_0275

Informatizar o munícipe é um passo importante para abrir as portas do mercado de trabalho
foto: Lourivaldo Fio / Secom

 

 

Aliz Lambiazzi

Baile Junino, no Espaço Movimenta Cotia

Da Redação

O mês de junho começou e a terceira idade de Cotia entra no clima com o Baile Junino, que acontece na sexta-feira (8/06), a partir das 14h, no Espaço Movimenta Cotia. Os bailes são organizados e realizados pelo Fundo Social de Solidariedade de Cotia (FSSC) com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social, mensalmente.

“Será mais uma edição do nosso tradicional baile e, como sempre, contamos com a presença maciça da Melhor Idade. A nossa equipe estará lá para recebê-los com muito carinho”, disse Mara Franco, presidente do FSSC. “Agora é tirar a camisa xadrez e o chapéu de palha do armário, o vestido de chita e aproveitar a festa”, completou.

O Baile da Terceira Idade de Cotia conta com música ao vivo e os participantes ganham lanche. O Espaço Movimenta Cotia fica na Rua Senador Feijó, 110, centro.

 

Foto: Vagner Santos

Baile Terceira Idade Festa Junina (2) Baile Terceira Idade Festa Junina (5)

A Cidade e os Cortiços e Territórios Negros

Da Redação

Como parte da comemoração dos 70 anos de Turismo Social, Sesc São Paulo promove seminário internacional e série de passeios temáticos e imersivos pela metrópole para que o território paulistano possa ser percebido com um outro olhar

sp-4328

Foto da série ‘Souvenirs’, que orienta uma das atividades associadas ao seminário internacional: uma caminhada para captação de imagens na Avenida Paulista em 16 de junho

O Sesc São Paulo comemora, até dezembro de 2018, 70 anos de ações em Turismo Social. Nesse sentido, e por acreditar que a promoção de excursões e passeios deve caminhar em paralelo com as reflexões sobre os impactos gerados pelo turismo, a instituição promoverá, entre outras atividades programadas para todo o estado, o Seminário Internacional “Turismo e Direitos Num Mapa de Contradições” em 12 e 13 de junho, no Sesc 24 de Maio.

Além do seminário, haverá uma série de atividades associadas, com inscrições independentes. Dentre elas, estão programadas caminhadas pelo centro paulistano com acompanhamento de especialistas, buscando desenvolver novos olhares sobre a cidade (14 e 16 de junho, às 10h), saindo do Sesc 24 de Maio. Um desses tours é A Cidade e os Cortiços (14 de junho, saída às 10h do Sesc 24 de Maio) e o outro, Territórios Negros (16 de junho, saída às 10h do Sesc 24 de Maio).

A Avenida Paulista também acolherá outra caminhada (16 de junho, às 11h), dessa vez com o acompanhamento do fotógrafo Michael Hughes (Alemanha), autor da série ‘Souvenirs’, que utiliza das imagens de suvenires de viagens para provocar o público a refletir sobre um mundo em que as representações dos objetos costumam ser mais importantes do que sua realidade. No passeio, com saída do Sesc Avenida Paulista, o público fará imagens da avenida a partir da composição com suvenires ou cartões-postais que simbolizam o local.

Passeio fotográfico: Suvenires de São Paulo

Caminhada pela Avenida Paulista, acompanhada do fotógrafo Michael Hughes (Alemanha, autor da série ‘Souvenirs’. O público fará imagens da avenida a partir da composição com suvenires ou cartões-postais que simbolizam o local. Após a caminhada, o grupo se reunirá para compartilhar e comentar as imagens produzidas. Inclui acompanhamento de guia bilíngue credenciado no MTur. Saída no sábado, 16 de junho, das 11h às 17h (intervalo para almoço entre 13h e 14h), do Sesc Avenida Paulista. Para participar é necessário levar uma câmera fotográfica (profissional, simples ou de celular). Retirada de ingressos com 1h de antecedência.

Caminhadas e vivências pelo centro de São Paulo com pesquisadores do Coletivo Pisa: cidade + pesquisa

O Pisa é um coletivo de pesquisadores articulados em rede que investigam a cidade para a criação de atividades, publicações e ações de caráter educativo e social. A partir dos mais diversos temas – direitos humanos, urbanismo, arquitetura, entre outros –, utilizam a cidade como objeto da pesquisa e reinserem essa apuração na metrópole, a fim de fomentar discussões, interpretações e pensamento crítico sobre o território paulistano.

A Cidade e os Cortiços
14 de junho, saída às 10h do Sesc 24 de Maio. Retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência
O cortiço foi, historicamente, a forma de moradia popular na região central. O percurso mostra os territórios marcados por essa tipologia e as dificuldades de permanência dessa população, desde o levantamento dos cortiços de Santa Ifigênia em 1893 até os dias atuais. Com Giovanna Fluminhan, integrante do Coletivo PISA, estudante de Arquitetura e Urbanismo pela USP, pesquisadora sobre lugares de memória em São Paulo desde 2013

Territórios Negros
16 de junho, saída às 10h do Sesc 24 de Maio. Retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência
Embora em grande medida invisível, a memória negra permeia todo o espaço do centro paulistano. O percurso problematiza a ideia dos quilombos urbanos e descobre espaços negros do passado. Mostra como a nomeação das ruas da cidade traz narrativas brancas e dominantes sobre o passado e o presente, realizando uma ponte com espaços negros da contemporaneidade.
Com Patrícia Oliveira, licenciada em História (UNICSUL), bacharel em Biblioteconomia (USP) e mestranda em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC (UFABC). Atua com acervos e pesquisa e estuda lugares de memória relacionados à negritude na cidade de São Paulo e faz parte do Coletivo PISA.