Eleições: Aloysio Nunes é vice de Aécio na chapa tucana

910519-cpi_senado_petrobras_9

Senador Aloysio Nunes é vice de Aécio na chapa tucana (Antonio Cruz/Agência Brasil)

O PSDB anunciou hoje (30) o nome do senador Aloysio Nunes Ferreira (SP) como vice na chapa do senador e presidente do partido, Aécio Neves (MG), na disputa pela Presidência da República em outubro. No último dia 14, o partido oficializou, em convenção nacional, a candidatura de Aécio, com a aprovação de 447 dos 451 delegados votantes, mas ainda não havia confirmado o nome do vice.

Aloysio Nunes criticou a gestão da presidenta Dilma Rousseff e destacou que os brasileiros querem mudanças na condução política do país. As principais bandeiras defendidas pela legenda têm sido o controle da inflação e o combate à corrupção. “O Brasil quer mudar, quer um governo diferente, um novo fôlego e novo impulso e Aécio conseguiu encarar esse desejo.”

Aécio explicou que a escolha por Nunes, entre as opções que o partido tinha, foi motivada pela coerência do senador. “A trajetória exemplar de Aloysio na vida pública fazem com que a partir de agora a nossa caminhada se fortaleça.”

Aloysio Nunes Ferreira Filho, líder do PSDB no Senado desde o ano passado, é formado em direito pela Universidade de São Paulo. No período da ditadura militar, Nunes ficou exilado durante quase dez anos na França, onde se formou em economia política e fez mestrado em ciência política pela Universidade de Paris.

Com o fim do regime militar, Nunes voltou para o Brasil e se elegeu, por duas vezes, deputado estadual pelo PMDB e, na mesma legenda, foi deputado federal entre 1995 e 1999. Este ano, filiou-se ao PSDB e foi eleito deputado federal por dois mandatos seguidos.

O paulista de São José do Rio Preto também foi vice-governador de São Paulo entre 1991 e 1994, e, em Brasília, foi ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República de 1999 a 2001 e comandou o Ministério da Justiça, em 2001 e 2002, durante o governo Fernando Henrique Cardoso.

Há quatro anos, Aloysio Nunes ocupou o cargo de secretário-chefe da Casa Civil do governo de São Paulo que, na época era administrado por José Serra. Em outubro de 2010, Nunes foi eleito senador com mais de 11 milhões de votos.

Aécio ainda anunciou que o senador José Agripino Maia, líder do DEM, será o coordenador da campanha da chapa. O DEM firmou aliança com o PSDB na maior parte dos estados. Os dois senadores devem participar da Convenção Nacional do DEM, no início da tarde de hoje (30), em Brasília.

Da Agência Brasil

Vereadores aprovam texto-base do Plano Diretor de SP

Os vereadores de São Paulo aprovaram hoje (30), por 44 votos a 8, o texto-base do Plano Diretor Estratégico, que define o planejamento urbano para os próximos 16 anos. Acampados na frente do prédio da Câmara desde a última terça-feira (24), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto comemoraram a decisão com fogos e apitos.

Na sequência da sessão, os vereadores discutem as emendas feitas ao plano. Os sem-teto reivindicavam a aprovação do plano, que destina à moradia popular áreas ocupadas pelo movimento, como zonas especiais de interesse social.

Da Agência Brasil

França passa pela Nigéria e está nas quartas de final

ap140412754807

França vence Nigéria e está nas quartas de final Martin Meissner/AP/Direitos Reservados

Depois de um primeiro tempo sem apresentar o futebol ofensivo da primeira fase da Copa do Mundo, a seleção francesa foi para o ataque no segundo tempo, em busca da classificação para as quartas de final.

A Nigéria, que na primeira metade do jogo chegou com mais perigo e teve até um gol bem anulado, conseguiu suportar a pressão apenas até os 34 minutos da etapa final. Já no fim do jogo, um gol contra de Yobo enterrou o sonho nigeriano, que se despediu da Copa do Mundo com derrota por 2 a 0 no Estádio nacional de Brasília, o Mané Garrincha, que recebeu um público de 67.882 pessoas, que incentivaram as duas equipes e fizeram “ola”, numa festa à parte.

Aos 16 minutos do segundo tempo, o técnico francês Didier Deshamps substituiu o centro-avante Giroud, que estava atuando muito mal, pelo jovem atacante Griezmann, que deu mais qualidade às jogadas ofensivas francesas. Aos 24 minutos, Benzema tabelou com Griezmann e ficou sozinho de frente com o goleiro Enyeama. O atacante chutou, a bola tocou no goleiro, mas ia entrando, quando o atacante nigeriano Moses, ajudando na defesa, tirou com um chute quase em cima da linha.

A partir daí, a França foi com tudo para o ataque, com grandes defesas de Enyeama e uma bola no travessão. Aos 34 minutos, após cobrança de escanteio de Valbuena, o goleiro nigeriano espalmou mal a bola e Pogba a cabeceou para dentro do gol, marcando o primeiro. Depois do gol, apesar do incentivo da torcida, a Nigéria acusou o golpe e seu rendimento caiu. Já nos acréscimos, aos 46 minutos, após cobrança curta de escanteio, Valbuena cruzou baixo na primeira trave para Griezmann. O zagueiro Yobo foi na marcação e acabou desviando contra o próprio gol.

Agora, a França espera seu adversário das quartas de final, que será o vencedor do jogo desta segunda-feira, às 17h, em Porto Alegre, entre a Alemanha e a Argélia.

Até o momento, além da França, estão classificados para a próxima fase Brasil, Colômbia, Holanda e Costa Rica. O próximo jogo da seleção brasileira é contra a Colômbia, sexta-feira (4), na Arena Castelão, em Fortaleza.

Da Agência Brasil

IPI reduzido para automóveis continua até dezembro

carros_novos

IPI reduzido para automóveis continua até dezembro Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou hoje (30), a manutenção, até dezembro, das tarifas reduzidas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis. Segundo o ministro, o objetivo da medida é fazer com que o setor se recupere da queda nas vendas observada nos últimos meses. A permanência da desoneração está vinculada a um compromisso do setor em não cortar empregos.

“A avaliação é que as vendas foram mais fracas em função de uma série de motivos, entre os quais a diminuição do crédito e também, no período mais atual, a questão da Copa [do Mundo], com menos dias úteis no período”, ressaltou o ministro, ao explicar as razões da queda na venda de veículos. A estimativa é que a desoneração implique renúncia fiscal de R$ 1,6 bilhão.

Para carros até mil cilindradas, a alíquota permanece em 3%. A previsão era que o IPI para esse ipo de veículo voltasse amanhã (1º) ao patamar de 7%, anterior à redução. Os automóveis entre mil e 2 mil cilindradas, bicombustíveis, continuaram tributados em 9%. Antes da redução, a alíquota da categoria era 11%.

Para o presidente da Associação Nacional da Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, a medida ajudará a impulsionar as vendas nos próximos meses. “Eu tenho a convicção de que, com a manutenção da alíquota, teremos um segundo semestre melhor do que o primeiro”, disse ele.

Moan lembrou que, com a elevação das vendas, o impacto na arrecadação do governo federal deverá ser menor do que o previsto. “Esse pressuposto de perda de arrecadação é se as vendas forem mantidas. Mas, com certeza, com aumento do IPI, as vendas seriam menores do que a projeção que nós temos”, acrescentou.

Segundo balanço da Anfavea, de janeiro a maio deste ano, as vendas de automóveis caíram 8,3% em comparação com o mesmo período de 2013. Foram vendidos 1,002 milhão de unidades nos primeiros cinco meses do ano, contra 1,092 milhão no mesmo período do ano passado.

A produção de automóveis caiu, de acordo com a Anfavea, 14,5% no acumulado dos primeiros cinco meses do ano. Foram fabricados 1,153 milhão de unidades de janeiro a maio de 2013, contra 990 mil no mesmo período deste ano. Em maio, a produção caiu 20% em comparação com o mesmo mês do ano passado, totalizando 202 mil automóveis.

Da Agência Brasil

Cioeste recebe proposta de criação de Câmara Técnica de Meio Ambiente

osasco-meio

 Representantes das secretarias de Meio Ambiente de prefeituras da região Oeste reuniram-se com José Rodrigues, secretário executivo do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana (Cioeste), para propor criação de uma Câmara Técnica de Meio Ambiente na instituição criada recentemente. A reunião ocorreu na tarde da última sexta-feira (27/6), no Núcleo de Educação Ambiental, no bairro Jardim das Flores, em Osasco.

O encontro foi coordenado por Carlos Marx, secretário de Meio Ambiente de Osasco e coordenador do Subcomitê da Bacia Hidrográfica Alto Tietê/Pinheiros-Pirapora, que iniciou sua fala explicando os porquês em se criar a Câmara Técnica de Meio Ambiente no Cioeste.

Segundo Marx, o objetivo principal é ajudar, em âmbito regional, nas discussões de políticas públicas de meio ambiente e aprovação de projetos de demanda induzida junto ao Fehidro.

A Câmara Técnica deverá ser composta por um representante de cada município indicado formalmente pelo prefeito de cada cidade. “É importante lembrar que os projetos serão submetidos à avaliação dos prefeitos das cidades que integram o Cioeste”, falou Marx.

O secretário executivo do Cioeste, José Rodrigues, considerou relevante a ideia de criação da câmara técnica, disse ser legitima a solicitação explicando os procedimentos necessários, como carta de apoio e indicação dos prefeitos.

Cioeste: gestão ambiental

No estatuto do Cioeste, das finalidades específicas, seção II, da gestão ambiental, consta: desenvolver política e atividades de planejamento e gestão ambiental, atuar pela implantação de um sistema integrado de gestão e destinação final de resíduos sólidos industriais, residenciais, da construção civil e hospitalares e desenvolver atividades de educação ambiental.

Também, executar ações regionais na área de recursos hídricos e saneamento; criar instrumentos econômicos e mecanismos de compensação para a gestão ambiental; estabelecer programas integrados de coleta seletiva do lixo, reutilização e reciclagem; e fomentar e incentivar a coleta e a destinação de materiais recicláveis.

José Rodrigues explanou ainda sobre o funcionamento do Cioeste com seu quadro técnico, diretoria, composição dos conselhos, secretaria executiva, reuniões, plenárias e esclareceu dúvidas dos representantes municipais.

Segundo Rodrigues, dentre os ganhos desde a criação do Cioeste, há os investimentos feitos  pelo governo do Estado na região via CCR, concessionária que administra a Rodovia Castello Branco; criação de um Grupo de Trabalho Multidisciplinar para planejar as questões de mobilidade urbana na região; e criação de Câmara Técnica da Saúde.

Participaram dessa primeira reunião para criação da câmara técnica, Carlos Marx, Amanda França e Silzeni Lopes (Osasco), Olympia de Navasques e Wladimir P. Cardoso Filho (Carapicuíba), Marcos Moura (Barueri), Júlio César Lamarca (Santana de Parnaíba) e Aristides Pinheiro Rodrigues (Cotia).

Com informações de Rosi Cheque/SEMA/PMO

10º Jogos Cooperativos de Embu das Artes começa nesta terça (1/7)

Da Redação: Incentivando a qualidade de vida da terceira idade!

content_id

Embu das Artes, nesta terça (1/7), por meio da secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional, abre às 9h, a 10ª Edição dos Jogos Cooperativos da Terceira Idade de Embu das Artes no ginásio do Estádio Municipal Hermínio Espósito (Al. Fernando Batista Medina, 120, Centro).

A edição comemorativa ocorrerá entre os dias 1 e 3 de julho, com a participação de mais de 500 atletas.

A iniciativa visa estimular o convívio, a prática esportiva, a saúde, o lazer, a cultura e, consequentemente, o aumento da qualidade de vida entre a terceira idade.
 
Programação

Terça- feira – 1/7
Abertura: Estádio Municipal Hermínio Espósito
Aeróbica com o Professor Flávio (Acolhimento das Cidades)
8h – Credenciamento
9h – Cerimônia de abertura
10h – Apresentação de coreografias
12h – Encerramento
14h – Basquetebol – Estádio Municipal Hermínio Espósito
14h – Bocha – Associação Atlética Embuense
 
Quarta-feira – 2/7
8h – Voleibol Feminino – Estádio Municipal Hermínio Espósito
8h – Voleibol Masculino – Centro Poliesportivo do Jardim Independência
9h30 às 11h30 – Oficina de Artesanato – Salão de Exposições do Estádio Municipal Hermínio Espósito
19h às 21h30 – Sarau – Instituto São Paulo Apóstolo

Quinta-feira – 3/7
8h – Jogos de Mesa – Instituto São Paulo Apóstolo
14h às 17h – Baile de Encerramento – Salão de Danças “Só Alegria”

Modalidades

• Voleibol feminino
• Voleibol masculino
• Coreografia mista
• Bocha
• Truco
• Dominó
• Basquete
• Dança cigana

Meio Ambiente de Osasco realiza exposição de orquídeas

Da Redaçãomeio-ambiente (3)

Uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura, O Orquidário da Terra e o Osasco Plaza Shopping garante a realização da Exposição de Orquídeas em Osasco. Entre os dias 7 e 20 de julho, quem for ao shopping terá a chance de ver mais de 200 espécies de orquídeas e levar para casa mudas a partir de R$8, além de comprar acessórios de jardinagem, como vasos, substratos, adubos, etc.

A exposição reúne orquídeas brasileiras e estrangeiras, como Catleyas, Laelias, Dendrobiuns, Cymbidiuns, Phalaenopsis, Paphiopediuns, Aeranges e Rhyncostilis, além de híbridos dessas espécies. O Osasco Plaza Shopping está localizado à rua Tenente Avelar Pires de Azevedo, 81, Centro, com acesso ao público, diariamente, das 10 às 22 horas.

Serviço:

Exposição de Orquídeas

Local: Osasco Plaza Shopping

Período: 7 a 20 de julho

Horário: 10h às 22h

Promoções e Eventos: Ângela Maria

e-mail: sema@osasco.sp.gov.br

Com informações de Angela Maria de Oliveira,SEMA/PMO

meio-ambiente (1)

meio-ambiente (2)

 

Marcos Assunção é o novo reforço da Portuguesa

A negociação começou ainda no mês de junho; Contrato do jogador é válido até dezembro de 2015

Marcos-Assuncao-Lusa-Divulgacao-Portuguesa

Marcos Assunção é o novo reforço da Portuguesa (Foto: Divulgação/ Portuguesa)

Na manhã desta segunda-feira, o volante Marcos Assunção se apresentou no CT da Portuguesa no Parque Ecológico, em São Paulo, e já treina com os novos companheiros.

A negociação entre o jogador e o clube demorou cerca de 45 dias para acontecer. No começo de junho houve um primeiro encontro entre dirigentes da Portuguesa e Marcos Assunção, que na época tinha acabado de rescindir o contrato com o Figueirense. Na ocasião, o volante admitiu um almoço e ainda afirmou que seria bom voltar a jogar por um time paulista.

Aos 37 anos, ele já atuou por Santos, Flamengo, Roma e Palmeiras. Com contrato de 18 meses, chega para ajudar a Portuguesa na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, como disse Claudio Santiago, vice-presidente de futebol da Portuguesa.

- A negociação foi um pouco difícil, mas a gente conseguiu. É um jogador bastante experiente, que chega para dar qualidade ao nosso meio de campo. E está voltado para o nosso objetivo que é voltar para a Série A do Campeonato Brasileiro – declarou o dirigente ao LANCE!Net

Fonte Jornal Lance

Governo deixa de arrecadar R$ 42 bilhões com desonerações desde janeiro

notas_real_50_2_de_1

Uma das principais armas do governo para estimular o consumo e manter o emprego, as desonerações estão custando cada vez mais ao contribuinte. Segundo a Receita Federal, o governo deixou de arrecadar R$ 42,087 bilhões nos cinco primeiros meses do ano com as reduções de tributos. O montante é 46,9% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando a renúncia fiscal tinha chegado a R$ 28,642 bilhões.

A maior responsável pelo crescimento é a desoneração da folha de pagamentos, que praticamente dobrou neste ano por causa da inclusão de 16 setores no novo regime, no qual as empresas pagam à Previdência Social 1% ou 2% sobre o faturamento em vez de 20% sobre a folha de salários. Somente com essa desoneração, o governo deixou de arrecadar R$ 7,962 bilhões de janeiro a maio, alta de 85,6% em relação ao observado nos mesmos meses de 2013 (R$ 4,290 bilhões).

A isenção de tributos federais sobre a cesta básica diminuiu o caixa do governo em R$ 3,888 bilhões neste ano, contra R$ 1,715 bilhão nos cinco primeiros meses de 2013. Desde março do ano passado, os produtos da cesta básica não pagam mais Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Zerada desde fevereiro de 2012, a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) também está provocando perdas significativas nos cofres federais. O governo abriu mão de R$ 5,299 bilhões de janeiro a maio com o tributo, que era cobrado na gasolina e no diesel. A quantia é maior que os R$ 4,784 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. A diferença deve-se ao fato de que o aumento no preço dos combustíveis faz a Receita Federal deixar de arrecadar mais em 2014.

Novas reduções de tributos que não vigoraram na maior parte de 2013 também estão aumentando os custos das desonerações. A retirada do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da base de cálculo do PIS e da Cofins das mercadorias importadas fez o governo deixar de arrecadar R$ 1,517 bilhão neste ano. Anunciada em dezembro do ano passado, a redução a zero do PIS e da Cofins na importação de álcool puro e naftalina acarretou a perda de R$ 1,480 bilhão.

De acordo com a Receita Federal, o único tipo de desoneração cujo impacto diminuiu em 2014 foi a do IPI. De janeiro a maio, o governo deixou de arrecadar R$ 4,706 bilhões com o imposto, queda de 6,4% em relação aos cinco primeiros meses de 2013 (R$ 5,028 bilhões). A recomposição gradual das alíquotas do IPI dos veículos, dos móveis e da linha branca – fogão, geladeira, máquina de lavar e tanquinho – é a principal responsável pelo crescimento da receita.

As desonerações foram uma das responsáveis pela queda real (descontada a inflação) de 5,95% na arrecadação de maio. Foi a primeira vez no ano em que a arrecadação federal ficou menor que a do mesmo mês de 2013.

Da Agência Brasil

Quase 90% dos professores brasileiros se sentem desvalorizados, diz estudo

Quase 90% dos professores brasileiros acreditam que a profissão não é valorizada na sociedade. Mesmo assim, a maioria está satisfeita com o emprego. O resultado foi apresentado semana passada pela Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizagem (Talis) da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que ouviu 100 mil professores e diretores escolares em 34 países.

De acordo com o levantamento, somente 12,6% dos professores brasileiros consideram-se valorizados. A proporção está abaixo da média internacional, de 30,9%. No entanto, 87% dos professores brasileiros consideram-se realizados no emprego, próximo da média global de 91,1%.

sao_paulo_curso_de_ingles_2
A pesquisa da OCDE ouviu 100 mil professores e diretores escolares em 34 países Wilson Dias/Agência Brasil

Apesar de não se sentirem valorizados, os professores brasileiros estão entre os que mais trabalham, com 25 horas de ensino por semana, seis horas a mais do que a média internacional. Em relação ao tempo em sala de aula, os professores brasileiros ficam atrás apenas da província de Alberta, no Canadá, com 26,4 horas trabalhadas por semana, e do Chile, com 26,7 horas.

Mesmo trabalhando mais que a média, os professores brasileiros gastam mais tempo para manter a ordem em sala de aula. Segundo o levantamento, 20% do tempo em sala é usado para controlar o comportamento dos alunos, contra 13% na média internacional.

Todos os entrevistados na pesquisa dão aula para a faixa etária de 11 a 16 anos. A publicação também mostra que nos países em que os professores se sentem valorizados, os resultados no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) tendem a ser melhores.

Quanto à formação, mais de 90% dos professores brasileiros dos anos finais do ensino fundamental concluíram o ensino superior, mas cerca de 25% não fizeram curso de formação de professores. Segundo a falta de especialização reflete-se no ensino. Professores com conhecimento de pedagogia e de práticas das disciplinas que lecionam relataram se sentir mais preparados do que aqueles cuja educação formal não continha esses elementos.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os dados serão incorporados aos dados do Censo Escolar e das avaliações nacionais, para que se possam criar descrições ainda mais detalhadas da situação educacional brasileira.

Da Agência Brasil