Tarifas de ônibus, trem e metrô vão subir para R$ 3,80 em SP

Os valores dos bilhetes únicos mensal e semanal devem continuar em R$ 140 e R$ 38, respectivamente, assim como em janeiro deste ano

O prefeito Fernando Haddad (PT) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) decidiram reajustar as tarifas de ônibus, trens e metrô no início de 2016, segundo apuração do jornal Folha de S.Paulo.

onibus-metro

O aumento de 8,6% será um pouco abaixo da inflação acumulada
Foto: Blog do Mílton Jung /flickr / O Financista

De acordo com o jornal, as passagens unitárias vão aumentar de R$ 3,50 para R$ 3,80. O aumento de 8,6% será um pouco abaixo da inflação acumulada – a previsão do IPCA para 2015 é de 10,72%.

A elevação das passagens ocorrerá em meio à crise econômica no País e em um ano de eleições municipais, quando Haddad tentará se reeleger. Apesar da tentativa de manter a tarifa congelada no próximo ano, o crescimento de subsídios para bancar gratuidades e descontos e a falta de recursos do município fizeram com que o petista optasse pelo reajuste, apurou o jornal.

Dessa forma, a nova tarifa para ônibus entrará em vigor no dia 9 de janeiro. Os valores dos bilhetes únicos mensal e semanal devem continuar em R$ 140 e R$ 38, respectivamente, assim como em janeiro deste ano.

Haddad buscou articular com Alckmin e prefeitos da região metropolitana um aumento simultâneo nas tarifas de transporte, na tentativa de diluir o desgaste político atual. Outras cidades da grande São Paulo também adotarão o reajuste, conforme informações do jornal.

 DO O Financista/ TERRA

Corinthians avança acordo com Marquinhos Gabriel

A expectativa alvinegra é conseguir um acerto pelo meia-atacante para depois da virada do ano

 mar-marquinhos

Para ter jogador, diretoria do Timão terá que desembolsar cerca de R$15 milhões / Divulgação/Santos

O Corinthians conseguiu avançar nas conversas e está bem próximo de entrar em um acordo pelo meia-atacante Marquinhos Gabriel. Ao que tudo indica, o craque é a bola da vez para ocupar o lugar de Jadson, que foi negociado com o Tianjin Quanjian, da China.

As conversas entre as duas diretorias caminharam nos últimos dias e a expectativa alvinegra é um acerto para depois da virada do ano. Entretanto, além de estar na mira do Timão, o jogador, que pertence ao Al-Nassr, da Arábia Saudita, também é alvo do Santos para 2016 – conforme informou o Globo Esporte, desta terça-feira (29).

Engana-se que pensa que o atleta está em baixa. A negociação do meia não vai sair nada em conta. O valor pedido pelos árabes é para lá de salgado: US$ 4 milhões (cerca de R$ 15,4 milhões).

Contudo, mesmo com dinheiro em caixa, o time do Parque São Jorge tenta negociar uma redução no valor e dividi-lo em parcelas. A ida de Marquinhos para o Timão tem total aprovação do técnico Tite, já que ambos já trabalharam juntos no Internacional.

 

Do: Diário SP Online

Salário mínimo sobe para R$ 880 em 1º de janeiro

cedula-de-dinheiro-1

A partir do dia 1º de janeiro de 2016, o salário mínimo será de R$ 880. O valor foi definido em decreto assinado hoje (29) pela presidenta Dilma Rousseff, que será publicado no Diário Oficial da União de amanhã (30).

O aumento do salário mínimo será de 11,6%, já que, atualmente, o valor é de R$ 788. “Com o decreto assinado hoje pela presidenta Dilma Rousseff, o governo federal dá continuidade à sua política de valorização do salário mínimo, com impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional”, diz nota divulgada pelo Palácio do Planalto.

A proposta de Orçamento aprovada pelo Congresso Nacional previa um salário mínimo de R$ 871. Ainda hoje o governo irá dar mais detalhes sobre o novo valor do salário para o ano que vem.
Da Agência Brasil

Taxistas protestam em São Paulo contra consulta pública para regulamentar Uber

uu-uber2

Taxistas de São Paulo fecharam o Viaduto do Chá, em frente à sede da prefeitura paulistana, na manhã de hoje (29), em protesto contra um projeto da prefeitura para regulamentar o uso do Uber.

O protesto ocorreu ao mesmo tempo em que a prefeitura chamou uma coletiva para anunciar o lançamento de uma consulta pública para avaliar o modelo de transporte individual para a cidade.

No protesto, os taxistas lançaram muitas bombas para fazer barulho. A reportagem da Agência Brasil abordou vários profissionais durante o protesto, mas nenhum quis falar com a imprensa.

A prefeitura de São Paulo lançou hoje (29) uma consulta pública para avaliar o novo modelo de transporte individual para a cidade. O texto poderá receber sugestões da população pelo prazo de 30 dias. A consulta pública está disponível no endereço eletrônico.

 

Da Agência Brasil

Após temporal, Prefeitura de Embu das Artes atende famílias e trabalha para limpar sede e ruas da cidade

Da Redação

Passado o primeiro impacto, já é possível entender porque as águas das chuvas invadiram a avenida São Paulo e a sede da prefeitura no sábado, 26/12. Além do volume enorme de chuva (100 milímetros em 1h10) na cidade, os córregos Ressaca e Ponte Alta, que nascem em Itapecerica da Serra, chegaram a Embu das Artes com grande volume de água e muita correnteza. Some-se a essa situação, o volume de água que desceu pela encosta do Cemitério Israelita, que fica no Jardim Santa Luzia, rompeu o muro do cemitério (50m de extensão por 3m de altura) e desceu pela rua Vereda das Tulipas e Rua da Repartição, chegando ao córrego da av. São Paulo e ao córrego Ressaca, que passa em frente da Prefeitura. Devido ao excepcional volume de água, a Prefeitura está fazendo uma vistoria nos locais atingidos.

Hoje, todo funcionalismo está nas ruas da cidade realizando a limpeza de vias e calçadas, nos seguintes locais: av. Elias Yazbek, próximo ao PS Central, rua Cândido Portinari, próximo Padaria Belas Artes, rua Emancipação, em frente à Caixa Econômica Federal, avenida São Paulo e av. João Batista Medina, desde a entrada do Condomínio Bosque do Embu até Itatuba. A rua da Repartição está interditada.

Com o atendimento ao público suspenso, os funcionários que trabalham na sede da prefeitura estão fazendo a limpeza de todo o pátio, da Praça de Atendimento e das secretarias que ficam no andar térreo do prédio: Finanças, Controladoria, Serviços Jurídicos, Procon, Assistência Social, gabinete do vice-prefeito e Gestão de Pessoas. Também foram atingidos os almoxarifados da Assistência Social e da Saúde. Foram perdidos computadores e documentos. O Restaurante Popular também está fechado hoje.

As Praças de Atendimento dos jardins Santa Tereza e Santo Eduardo estão funcionando normalmente, inclusive para o parcelamento de débitos tributários. No Santo Eduardo também tem atendimento do Procon.
O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) também está atendendo nesta terça (29/12) normalmente, das 7 às 16h, e quem tem Seguro Desemprego agendado para as datas mencionadas devem se dirigir à Prefeitura. Outros serviços oferecidos pelo PAT como captação de novas vagas, emissão de carteira de trabalho e inscrição de jovens nos programas de 1º emprego também estão funcionando.

Defesa Civil

Segundo a Defesa Civil, 17 famílias precisaram ser removidas: 12 do Sítio Rima, perto de Itatuba; uma da rua Ranulfo Lira e mais 4 da Rua Cândido Mota Filho, com av. São Paulo.

Secretários e técnicos da prefeitura estão fazendo vistoria de segurança em residências que também foram atingidas nos seguintes bairros da região Oeste: Bosque do Embu, Chácaras Ana Lúcia, Itatuba, Chácaras Bartira, Parque das Artes. Nestes bairros há casas com muros e paredes rachadas e barro dentro das dependências das casas.

Relatório parcial aponta 30 árvores caídas aproximadamente. O maior problema aconteceu na rua Vereda das Tulipas, dentro do Condomínio Bosque do Embu, várias árvores caíram e estão obstruindo a rua.

As seguintes ruas já foram desobstruídas: Estrada do Capuava e Rua Ouro. Estão parcialmente obstruídas: Keishi Matsumoto, Maria José Ferraz Prado, João Batista Medina e Vereda das Tulipas.

Assistência Social atende vítimas

Equipes da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional estão nas ruas atendendo vítimas da forte chuva que atingiu a cidade no sábado. Até o momento, 60 famílias do Centro, Jardim Novo Embu, Jardim Sílvia, Itatuba e Pq. Industrial foram atendidas.

O trabalho começou no momento da chuva, se estendeu por todo o domingo e continua nessa segunda-feira, 28/12. As famílias atendidas receberam alimentos, cobertores, colchões e produtos de limpeza.

As vítimas tiveram as casas interditadas pela Defesa Civil e estão abrigadas na casa de amigos e familiares. Aproximadamente, 100 funcionários, incluindo a secretária Roberta Santos, estão envolvidos na ação. 

Eletropaulo

Vários pontos da cidade continuam sem energia, principalmente bairros da região oeste da cidade, como Capuava e Itatuba. Carros da Eletropaulo estão fazendo a manutenção e a Tecnoluz, empresa contratada pela Prefeitura, está fazendo manutenção e ronda na área central da cidade.

Praças de Atendimento em funcionamento

Vila Olinda (Santa Tereza)
Largo Tancredo de Almeida Neves, nº 9
Telefone: 4149-3905
Horário: 2ª a 6ª-feira, das  8h30 às 16h

Santo Eduardo

Estrada de Itapecerica a Campo Limpo, 2673
Telefone: 4203-1846
Horário: 2ª a 6ª-feira, das  8h30 às 16h

PREF 1 PREF 2 PREF3 (1) PREF4

 

Autoridades municipais participam da entrega da primeira fase da obra de ampliação do Fórum de Cotia

Da Redação

A partir de agora, a população que precisar utilizar os serviços do Fórum de Cotia contará com um novo espaço. Projetada para garantir mais conforto e comodidade, a primeira fase da ampliação está concluída e foi entregue na última sexta-feira (18/12) com a presença do prefeito Carlão Camargo, vice-prefeito Moisezinho, Deputado Estadual Márcio Camargo, promotores de justiça Dr. Ricardo Navarro e Dra. Maria Gorete, juízes, advogados, Presidente da Câmara Sérgio Folha, secretária de Meio Ambiente, Luciane Alegre, secretário de Cultura, Cabo Givaldo, secretário de Desenvolvimento Social, Dr. Luis Roberto Mastromauro, subsecretária Sônia Camargo e vereadores Almir Rodrigues, Luis Gustavo Napolitano, Fernando Jão e Dr. Castor.

A primeira fase foi feita pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), através do seu presidente local, Walter Sacca – que também participou da solenidade de entrega. A edificação e o acabamento são de responsabilidade da Prefeitura e o gerenciamento foi executado pela Associação dos Arquitetos, Engenheiros e Técnicos de Cotia (AETEC).

Carlão lembrou que desde 2001 ele acompanha o pedido de ampliação do Fórum de Cotia. “Fizemos uma série de reuniões com o Tribunal de Justiça, ainda no período em que eu era Deputado Estadual. Ao assumir o governo municipal, em 2009, começamos a idealizar um modelo de parceria para viabilizar a obra, tão necessária para o trabalho do judiciário local. Acompanhar a concretização e participar desse projeto é uma grande honra, pois a ampliação vai agilizar os trabalhos e garantir um ambiente melhor a todos que atuam na cidade”.

O Deputado Estadual Márcio Camargo falou sobre a ampliação. “Essa obra é muito importante para a população e necessária para que os funcionários trabalhem com mais dignidade. Nós sabemos que um ambiente adequado aumenta a produtividade e motiva todos que trabalham aqui”.

Representando o Poder Legislativo, o Presidente da Câmara – Sergio Folha, disse que o novo espaço está pronto para desenvolver trabalhos ainda mais grandiosos. O vereador Luis Gustavo Napolitano, vice-presidente do SESI-SENAI de Cotia e conselheiro da FIESP, foi o interlocutor do município junto ao Ciesp Cotia e à AETEC e falou da parceria. “Obrigado mais uma vez por ajudar a cidade. Que venham mais parcerias como essa”.

O Promotor de Justiça, Dr. Ricardo Navarro, agradeceu ao juiz Dr. Diógenes pelo novo espaço cedido para o Ministério Público. “Tenho certeza que você se preocupa com as instituições que fazem justiça. Esse prédio é mais do que digno, é difícil ter um prédio como esse em outras cidades. Vamos continuar garantindo justiça e moralidade”. Dr. Diógenes, por sua vez, não deixou de agradecer a secretária de Meio Ambiente, Luciane Alegre, por elaborar o projeto que concretizou a ampliação do Fórum e o empenho de todas as instituições envolvidas.

A obra também contou com apoio da AETEC, através do presidente José Roberto Baraúna Filho, que desempenhou um trabalho com uma equipe de arquitetos, engenheiros e estagiários dedicados ao gerenciamento.

Também participaram do evento, Juízes e Promotores da Comarca, o Presidente da OAB Cotia – Dr. Tuca Miramontes, funcionários administrativos e lideranças locais.

forum-cotia (1) forum-cotia (2)

 

 

Osasco abre inscrição para 8ª Oficina de Captação de Água da Chuva

Da Redação

 

No próximo dia 9 de janeiro de 2016, a Prefeitura de Osasco realizará a “8ª Oficina de Captação de Água da Chuva”. Sob a coordenação da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), o evento vai acontecer das 10h às 12h, no Núcleo de Educação Ambiental (NEA), no Parque Clóvis Assaf, Cidade das Flores.

Iniciada em janeiro de 2015, essa atividade da SEMA tem o objetivo de estimular a população a praticar ações alternativas visando diminuir o consumo de água da Sabesp. Na atual crise hídrica, é muito importante captar água e utilizar água da chuva, por exemplo, para lavar calçadas, quintais, roupas, irrigar plantas, etc.

A oficina é gratuita e se constitui em duas etapas: teórica e prática. Serão ministradas palestras, na parte teórica, sobre os problemas da situação hídrica no país. Já nas aulas práticas, são apresentadas todas as fases do processo de construção de uma cisterna para captação da água da chuva.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do telefone (11) 3652-9511, de segunda a sexta-feira, no período das 8h às 17h, até o dia 8 de janeiro. Os interessados poderão também se inscrever pelo e-mail sema@osasco.sp.gov.br ou no dia, diretamente no local.

Serviço

8ª Oficina de Captação de Água da Chuva

Dia 09/01/2016, das 10h às 12h

Núcleo de Educação Ambiental (NEA)

Parque Clóvis Assaf

Rua: Avenida Ipê, s/n- Cidade das Flores, zona Sul

Fotos:Rosi Cheque

osasco-oficina (2) osasco-oficina (1) osasco-oficina (3)

 

 

Renato Ferreira 
Agência SECOM de Notícias

Praça da Vila dos Remédios recebe novo paisagismo

Da Redação

Nesta semana, a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), concluiu as obras de paisagismo da Praça Nossa Senhora dos Remédios, zona Norte. Essas obras foram iniciadas em novembro deste ano com a remoção de três falsas seringueiras, árvores de grande porte e impróprias para áreas públicas. Além do paisagismo, a praça, localizada em frente à Matriz Nossa Senhora dos Remédios, passou também por uma readequação do sistema viário, com a implantação de novo traçado, que faz parte do projeto global de revitalização da praça.

Conforme explicou o secretário do Meio Ambiente, Carlos Marx, no local foram mantidas duas falsas seringueiras, que não oferecem risco à praça. Com o novo projeto, a praça recebeu novas árvores, como três Ipês Amarelos, uma Ginkgo Biloba, além do plantio de arbustos e flores. Com a retirada das falsas seringueiras, a SEMA vai promover também a compensação ambiental, que consistirá no plantio de 210 árvores no Parque do Jardim Bonança, com a participação direta de alunos do Colégio Nossa Senhora dos Remédios.

 Sistema viário

 Dentro do projeto de revitalização, foi construído um calçadão na praça, com a instalação de guias e sarjetas. Na área viária, a Secretaria de Obras e Serviços abriu uma nova pista no local, interligando a Avenida Nossa Senhora dos Remédios com a Avenida dos Remédios, sentido Osasco-São Paulo.

Todo o processo de revitalização e paisagismo contou com a participação da Igreja Nossa Senhora dos Remédios. Todas as obras foram acompanhadas pelo padre Dom Bruno Giuliani.

 

 Renato Ferreira 
Agência SECOM de Notícias

Fotos:SEMA/PMO

osasco-remedios (2) osasco-remedios (3)

Inflação que serve de base para corrigir aluguel fecha o ano com alta de 10,54%

eco-economia_ilustracao-5

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) apresentou queda em dezembro na comparação com novembro ao passar de 1,52% para 0,49%.

O resultado também ficou abaixo do registrado em dezembro de 2014 quando a taxa oscilou em 0,62%, mas no acumulado de 2015 o avanço do IGP-M foi de 10,54% contra 3,69% de 2014.

O IGP-M é utilizado como referência para os cálculos de reajuste da energia elétrica e dos contratos de aluguéis.

O levantamento – feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) – mostra que houve recuo na intensidade de aumento de preços em dois dos três componentes do índice, com destaque para o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que caiu de 1,93% para 0,39%.

Entre os itens que contribuíram figura o subgrupo alimentos in natura, que apresentou alta menor, passando de 12,29% para 7,01%.

Também foi constatada queda de 0,31% no grupo matérias-primas brutas ante uma alta em novembro de 0,96%. Este grupo inclui as cotações das commodities (produtos primários negociados no mercado internacional).
No ano, o IPA aumentou 11,2%.

No componente que reflete as oscilações no varejo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apresentou alta de 0,92%. O percentual foi superior ao verificado em novembro (0,90%), refletindo os avanços de preços dos alimentos (de 1,37% para 1,70%). Desde janeiro, o IPC teve alta de 10,24%.

Já em relação ao Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), a variação passou de 0,40% para 0,12%, puxada pelos materiais, equipamentos e serviços com taxa de 0,23%, o que é bem inferior ao número de novembro (0,86%).

O índice referente ao custo da mão de obra ficou praticamente estável em 0,02%. No acumulado do ano, o INCC atingiu 7,22%.

 

Da Agência Brasil

Anvisa aprova registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil

4785aedes-mosquito

Saiu hoje (28) a aprovação do registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil: a Dengvaxia, da francesa Sanofi Pasteur. Embora liberada para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda falta a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos definir o valor de cada dose, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo.

Inicialmente, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios. Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incoporação da vacina ao Sistema Único de Saúde.

A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue. A promessa do fabricante é de proteção de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de 66% contra todos os tipos do vírus. O medicamento deve começar a ser vendido no país no primeiro semestre de 2016 e a capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano.

O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses, porém, de acordo com a diretora médica da Sanofi, Sheila Homsani, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas. “A vacina tem eficácia a partir da primeira dose, protegendo em torno de 70% dos imunizados. A necessidade das outras doses vem porque a proteção vai caindo com o tempo, não se mantém sem as outras duas. A proteção só se mantém por muitos anos quando se tomam as três doses”, explicou Sheila.

No começo deste mês, o México foi o primeiro país a registrar a vacina contra a dengue da Sanofi, por enquanto, a única registrada no mundo. Em seguida o produto teve liberação nas Filipinas. O Brasil é o terceiro país a ter o registro do imunizante. O desenvolvimento clínico do produto envolveu mais de 20 estudos, e mais de 40 mil participantes, entre crianças, adolescentes e adultos, em 15 países.

Dados do Ministério da Saúde mostram que até a primeira semana de dezembro, 839 pessoas morreram em decorrência da dengue, um aumento de 80% em relação a 2014.

 

 

Da Agência Brasil