Demutran de Cotia sinaliza trecho de rua após acidente com caminhão

Da Redação

Após o tombamento de um caminhão na tarde da última segunda-feira (6), o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) colocou sinalização na rua Rodésia, no Jardim Lina, na tarde de hoje (7). O caminhão, da empresa DS Express, de Embu das Artes, estava carregado. O motorista teve apenas escoriações.

As placas foram colocadas no trecho a partir da altura do número 249, indicando a proibição de tráfego de caminhões nos dois sentidos da via.

A Associação de Amigos de Bairros do Jd. Lina, Pq. Isaac Pires e Pq. São Vitor já havia solicitado à Secretaria de Transporte e Trânsito, em outras ocasiões, a sinalização do trecho onde aconteceu o acidente, mas sem resultado. Após o tombamento, o titular responsável pela pasta Toninho Melo autorizou a instalação das placas, feita por três funcionários da secretaria, identificados como Edinaldo, Flávio e Ricardo.

placa-cotia (1) placa-cotia (2) placa-cotia (3) placa-cotia (4) placa-cotia-0005

 

Pat de Cotia divulga vagas de emprego

pat-cotia

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Cotia, vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, disponibiliza todas as semanas as vagas de emprego que estão em aberto na cidade.

Nesta semana, estão disponíveis diversas oportunidades, como atendente de padaria, auxiliar de manutenção elétrica e hidráulica, cozinheiro, empregada doméstica, técnico de nutrição, passador de roupas e vendedor interno.

Há, também, vagas voltadas para pessoas com deficiência, em cargos de operador de caixa, repositor de mercadoria, técnico de refrigeração e porteiro.

Para se candidatar a uma das vagas, o morador pode se cadastrar no PAT de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Monsenhor Ladeira, 38, Vila São Francisco ou acessar o site: http://maisemprego.mte.gov.br/portal/pages/home.xhtml.

 

Mais informações: 4703-2492 / 4243-7666.

OCUPAÇÃO Nº VAGAS Nível de instrução
AÇOUGUEIRO 5 MÉDIO INCOMPLETO
AJUDANTE DE COZINHA 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
AJUDANTE DE SERRALHEIRO 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
ALINHADOR DE DIREÇÃO 1 MÉDIO COMPLETO
ATENDENTE DE PADARIA 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
AUX DE MANUTEÇÃO ELÉTRICA E HIDRAULICA 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR ADMINISTRATIOVO 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR DE LIMPEZA 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR DE MANUTENÇÃO PREDIAL 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR DE VENDAS 1 MÉDIO COMPLETO
BORDADEIRA 1 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
CONFEITEIRO 1 FUNDAMENTAL INCOMPELTO
COSTUREIRA 1 FUNDAMENTAL INCOMPELTO
COZINHEIRO 1 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
COZINHEIRO 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
COZINHEIRO 1 MÉDIO COMPLETO
COZINHEIRO INDUSTRIAL 1 MÉDIO COMPLETO
COZINHEIRO LÍDER 1 MÉDIO COMPLETO
DESENHISTA CARDISTA 1 MÉDIO COMPLETO
DESENHISTA DE PAGINA DE INTERNET 1 MÉDIO COMPLETO
ELETRICISTA INDUSTRIAL 1 MÉDIO COMPLETO
EMPREGADA DOMESTICA 2 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
FARMACEUTICO 2 SUPERIOR COMPLETO
GERENTE DE PRODUÇÃO 1 MÉDIO COMPLETO
GERENTE DE VENDAS 1 MÉDIO COMPLETO
MARCENEIRO 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
MECÂNICO DE SUSPENSÃO 1 MÉDIO COMPLETO
MEIO OFICIAL SERRALHEIRO 1 MÉDIO COMPLETO
OPERADOR DE CAIXA PCD 3 MÉDIO COMPLETO
OPERADOR DE EMPILHADEIRA 1 MÉDIO COMPLETO
PADEIRO 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
PASSADOR DE ROUPAS 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
PEIXEIRO 8 FUNDAMENTAL COMPLETO
PINTOR INDUSTRIAL 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
PORTEIRO PCD 1 MÉDIO INCOMPLETO
REPOSITOR DE MERCADORIAS PCD 5 MÉDIO INCOMPLETO
SERRALHEIRO DE ALUMINIO E FERRO 1 MÉDIO COMPLETO
TÉCNICO DE NUTRIÇÃO 1 TÉCNICO COMPLETO
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO 1 MÉDIO COMPLETO
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO 1 MÉDIO COMPLETO
TORNEIRO REPUXADOR 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
VENDEDOR INTERNO 1 MÉDIO COMPLETO
VENDEDOR INTERNO 1 MÉDIO COMPLETO
ZELADOR 1 FUNDAMENTAL COMPLETO

 

Novas concessões em rodovias, ferrovias, portos e energia somarão R$ 45 bilhões

camin-caminhao-000

O governo federal anunciou hoje (7) 55 novos projetos de concessão de terminais portuários, linhas de transmissão, ferrovias e rodovias, com investimentos estimados em R$ 45 bilhões. Os projetos fazem parte das segunda carteira de projetos do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI).

O governo vai iniciar no ano que vem os estudos para licitar novamente as rodovias Nova Dutra (BR-116/RJ/SP), BR-116/RJ, da CRT (Rio-Teresópolis) e Concer (BR-040/MG/RJ). Os trechos, que totalizam 725 quilômetros, estão atualmente concedidos, e os contratos terminam em março de 2021. A ideia é que as novas licitações tenham contratos modernos e com foco na prestação de serviços adequados aos usuários.

minis-9780

Segundo o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, os contratos vigentes das rodovias serão respeitados até o fim da concessãoValter Campanato/Agência Brasil

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, disse que os contratos vigentes das rodovias serão respeitados até o fim da concessão. “O contratos serão respeitados, não haverá passivo no período final das negociações. Serão licitações novas, para o período pós, até o final do período de concessão. O governo decidiu que não insistirá mais na ideia de prorrogação mediante novos investimentos no caso dessas três rodovias, que são as principais concessionárias do país.”

Também serão concedidos à iniciativa privada 211 quilômetros da BR-101, em Santa Catarina, com leilão previsto para o primeiro semestre do ano que vem.

Ferrovias

No setor ferroviário, o governo vai autorizar que cinco ferrovias já concedidas entrem no processo de renovação antecipada de contratos, em troca de investimentos. As ferrovias são a Estrada de Ferro Carajás (Pará e Maranhão), a Estrada de Ferro Vitória-Minas, a FCA (Centro-Oeste e Sudeste), a ALL – Malha Paulista e a malha da MRS, que passa por Minas Gerais, pelo Rio de Janeiro e por São Paulo.

Esses cinco trechos somam 12,6 mil quilômetros de extensão, movimentam cerca de 457 milhões de toneladas de cargas e representam mais de 90% do fluxo total de cargas por ferrovias no Brasil. Os investimentos previstos nos próximos cinco anos são de R$ 25 bilhões.

Na área de energia, serão licitados 35 lotes de linhas de transmissão e subestações de energia elétrica, em 17 estados. O leilão está ocorrer no primeiro semestre deste ano, e o investimento previsto é de R$ 12,8 bilhões. O objetivo é interligar as regiões que hoje não estão assistidas pela rede do Sistema Interligado Nacional.

Saneamento

Na área de saneamento, está prevista a desestatização dos sistemas de distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto em 1.786 municípios em 14 estados: Acre, Amapá, Santa Catarina, Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia, Piauí, Tocantins e Amazonas.

A presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos, explicou que ainda não há valores de investimentos previstos para a área de saneamento, porque ainda estão sendo contratados estudos para definir qual modelo de concessão será adotado em cada estado.

Portos e aeroportos

Nessa segunda etapa do PPI, quatro terminais portuários serão concedidos, nos portos de de Santana (PA), Itaqui (MA) e Paranaguá (PR). Também haverá a renovação de contratos, nos portos de Santos (SP), Vila do Conde (PA) e Niterói (RJ).

Não há previsão de concessão de novos aeroportos à iniciativa privada nessa segunda etapa do PPI. Quintella lembrou que o governo já concedeu seis aeroportos, e haverá o leilão de mais quatro no dia 16 de março (Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza). “Os estudos mostraram que seria mais prudente por parte do governo parar neste momento e estudar a sustentabilidade do sistema. É fundamental que a Infraero [Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária] se recupere, seja sustentável”, disse o ministro.

Primeira leva

Em setembro do ano passado, foi apresentada a primeira leva de concessões do PPI, com 35 projetos nos setores de aeroportos, portos, rodovias, ferrovias, petróleo e gás, mineração, energia e saneamento. Desde então, foram assinados três contratos e lançados sete editais de concessão e arrendamento. Até o fim deste ano, estão previstos mais de 20 leilões no âmbito do PPI.

 
Da Agência Brasil