Confira os últimos resultados dos jogos do Brasileiro Série A 2017

Da Redação

Sábado, 15 de Julho de 2017

BRASILEIRO – SÉRIE A
14ºRodada
19:00-CORINTHIANS – SP 2 X 2 ATLÉTICO – PR-Arena Corinthians – Sao Paulo – SP

Domingo, 16 de Julho de 2017
11:00-PALMEIRAS – SP 4 X 2 VITÓRIA – BA-Allianz Parque – Sao Paulo – SP
16:00-VASCO DA GAMA – RJ 0 X 0 SANTOS – SP-Nilton Santos – Rio de Janeiro – RJ
16:00-CRUZEIRO – MG 1 X 1 FLAMENGO – RJ-Mineirão – Belo Horizonte – MG
16:00-GRÊMIO – RS 3 X 1 PONTE PRETA – SP Jogo: 137
16:00-ATLÉTICO – GO 1 X 2 ATLÉTICO – MG-Olímpico Pedro Ludovico – Goiania – GO
16:00-CHAPECOENSE – SC 2 X 0 SÃO PAULO – SP-Arena Condá – Chapeco – SC
19:00-CORITIBA – PR 1 X 2 FLUMINENSE – RJ-Couto Pereira – Curitiba – PR
19:00-BAHIA – BA 1 X 1 AVAÍ – SC-Pituaçu – Salvador – BA

Segunda, 17 de Julho de 2017
20:00-BOTAFOGO – RJ X SPORT – PE-Nilton Santos – Rio de Janeiro – RJ

Rogério Franco prestigia palestra do ministro Marcos Pereira em Cotia

Da Redação

cotia-ministro (2)

O prefeito Rogério Franco participou nesta segunda-feira (17), no teatro da empresa Wurth, em Cotia, palestra do ministro da ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, para grupos de empresários, comerciantes e autoridades do município e cidades vizinhas.

Em sua fala, o ministro abordou o trabalho que vem sendo feito pelo governo federal para desburocratizar e impulsionar a política comercial brasileira no exterior.

“Trabalhamos com o Programa Nacional de Conexão Startup Industrial e Portal Único do Comércio Exterior para reduzirmos de 13 para oito dias o prazo de exportação e de 17 para dez o de importação”, exemplificou, para depois completar. “No cenário do comércio exterior, em junho, tivemos um saldo de US$ 47,7 bilhões e 25 mil empresas exportadoras.

Isso contribui para reduzir em até 80% o déficit da dívida externa”, disse.Marcos Pereira apontou ainda a retomada do crescimento na importação e exportação nos últimos meses e mostrou otimismo em relação às perspectivas para o setor, como aumento da participação brasileira no comércio internacional, melhorias no ambiente de negócios, aquecimento da atividade industrial e abertura de novas vagas de trabalho, entre

outros.

Rogério Franco, por sua vez, apontou ações adotadas em sua gestão que visam potencializar a economia local para gerar emprego e renda.

“Criamos a Secretaria de Gestão Estratégica e Inovação exatamente para buscar projetos para a cidade. Não só para fortalecer o setor industrial, mas todos os setores. Os números apresentados pelo ministro nos incentivam e fortalecem estados e municípios.”O secretário de Habitação, Sérgio Folha, destacou a importância do evento para empresários de pequenas, médias e grandes empresas. “O intuito do evento era esclarecer a situação do nosso país no âmbito empresarial e comercial para os empresários e comerciantes da nossa cidade e da região. É com informação que trabalhamos o presente e planejamos as ações futuras”, avaliou.

Também prestigiaram o evento o vice-prefeito, Almir Rodrigues, e os secretários Ademir Rodrigues (Indústria e Comércio), Sérgio Folha (Habitação), José Roberto Baraúna (Desenvolvimento Urbano), Raphael Camargo (Gestão Estratégica e Inovação), Paulo Godoy (Fazenda), Luis Gustavo Napolitano (Trabalho e Emprego), Marcos Menão (Comunicação) e Joaquim “Brechó” (Transportes e Trânsito).

PAT Cotia oferece 64 novas vagas de emprego

Da Redação

CARTEIRA-DE-TRABALHO_0005-copy-230x158

O Posto de Atendimento ao Trabalhador de Cotia (PAT) divulgou 64 novas oportunidades de emprego no município e em cidades próximas. As vagas são para diversos segmentos, como ajudante de açougueiro, costureira, cozinheiro auxiliar, cozinheiro industrial, estagiário químico, montador de máquinas e motores, nutricionista, operador de empilhadeira, assistente de marketing e auxiliar contábil.

Para se candidatar é necessário se cadastrar no PAT levando documentos pessoais e currículo. Quem já possui cadastro deve mantê-lo atualizado para que o Departamento de Capacitação entre em contato.

Devido à procura, as vagas podem expirar rapidamente ou sofrer algum tipo de alteração por parte dos empregadores sem prévio aviso.

O PAT fica na Rua Monsenhor Ladeira, 38, Vila São Francisco, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Outras informações pelos telefones 4703-0497 e 4243-7666.

OCUPAÇÃO Nº VAGAS Nível de instrução
AJUDANTE DE AÇOUGUEIRO 2 FUNDAMENTAL COMPLETO
AJUDANTE DE COZINHA 3 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
AJUDANTE DE ESTRUTURA METALICA 5 FUNDAMENTAL COMPLETO
ANALISTA DE ESCRITA FISCAL 1 SUPERIOR CURSANDO
APRENDIZ DE INFORMÁTICA 1 CURSANDO SUPERIOR
ASSISTENTE DE MARKETING 1 CURSANDO SUPERIOR
AUXILIAR CONTÁBIL 1 TÉCNICO CONTÁBIL
AUXILIAR DE DEPTO PESSOAL 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR DE ESCRITA FISCAL 1 TÉCNICO CONTÁBIL
AUXILIAR DE LABORATÓRIO 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR DE MANUTEÇÃO PREDIAL 1 MÉDIO COMPLETO
AUXILIAR DE MARCENEIRO 1 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
AUXILIAR DE MONTAGEM 1 MÉDIO INCOMPLETO
BABÁ 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
CHAPEIRO 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
COSTUREIRA 3 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
COZINHEIRO AUXILIAR 3 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
COZINHEIRO DE RESTAURANTE 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
COZINHEIRO INDUSTRIAL 2 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
COZINHEIRO LÍDER 1 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
ELETRICISTA MONTADOR 1 MÉDIO COMPLETO
EMPREGADA DOMÉSTICA 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
EMPREGADA DOMÉSTICA DIARISTA 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
ENCANADOR DE MANUTENÇÃO 1 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
ESTAGIÁRIO QUIMICO 1 CURSANDO SUPERIOR
GESSEIRO 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
MARCENEIRO 2 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
MONTADOR DE INSTRUTMENTO ELÉTRICOS 5 MÉDIO COMPLETO
MONTADOR DE MÁQUINAS E MOTORES 1 MÉDIO COMPLETO
MONTADOR ELETROMECÂNICO 4 MÉDIO COMPLETO
MOTORISTA DE CAMINHÃO 5 FUNDAMENTAL COMPLETO
NUTRICIONISTA 1 SUPERIOR COMPLETO
OPERADOR DE EMPILHADEIRA 1 MÉDIO COMPLETO
OPERADOR DE MÁQ. DOBRAR CHAPAS 1 FUNDAMENTAL COMPLETO
PINTOR DE MÓVEIS 1 FUNDAMENTAL INCOMPLETO
SERRALHEIRO 2 FUNDAMENTAL COMPLETO
TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA 2 TÉCNICO COMPLETO
TÉCNICO EM NUTRIÇÃO 1 TÉCNICO COMPLETO

 

Caixa reabre PDV e espera adesão de 5,5 mil funcionários

caixa-0000221

A Caixa Econômica Federal (Caixa) reabriu hoje (17) o Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário (PDVE). O período de adesão vai até o dia 14 de agosto. O programa é voltado aos empregados que desejarem se desligar voluntariamente da empresa e que se enquadrem nas regras estabelecidas pela entidade. O objetivo é que o programa alcance 5,5 mil funcionários.

Em fevereiro, foi aberto um PDV com o objetivo de alcançar 10 mil funcionários, dentre os cerca de 30 mil que trabalhavam na empresa. Segundo a Caixa, 4.429 participaram do programa no início do ano. Agora o programa espera completar os 10 mil, estabelecendo o limite de 5,5 mil desligamentos voluntários.

O incentivo financeiro, de caráter indenizatório, será equivalente a dez remunerações base do empregado, limitado a R$ 500 mil, considerando como referência a data de 31 de junho. O benefício será pago em parcela única, sem incidência de Imposto de Renda (IR), recolhimento de encargos sociais e contribuição à Fundação dos Economiários Federais (Funcef).

Podem aderir ao programa os empregados aposentados pelo INSS até a data de desligamento, sem exigência de tempo mínimo de efetivo exercício na Caixa; os aptos a se aposentarem pelo INSS até 30 de dezembro, também sem exigência de tempo; os com, no mínimo, 15 anos de trabalho na Caixa, no contrato de trabalho vigente, até a data de desligamento; ou ainda os com adicional de incorporação de função de confiança/cargo em comissão/função gratificada até a data de desligamento, também sem exigência de tempo na Caixa.

Segundo o banco, o objetivo é ajustar a estrutura ao cenário competitivo e econômico atual, buscando mais eficiência. A opção pela adesão fica a critério do empregado. A Caixa analisará a proposta e poderá acatá-la ou recusá-la. O desligamento ocorrerá por meio de rescisão do contrato de trabalho a pedido, dispensando-se o cumprimento de aviso prévio. O desligamento dos funcionários que aderirem ao PDV deve ocorrer de 24 de julho a 25 de agosto, segundo informou o banco.

 

Da Agência Brasil

Jiu-Jitsu de Cotia conquista medalhas em competição na capital

Da Redação

Três medalhas de ouro e duas de prata. Este foi o balanço da participação de integrantes da equipe de Jiu-Jitsu da Academia Municipal de Lutas de Cotia na 10ª edição do Fight Friend BJJ, competição realizada no Centro Educacional e Esportivo Edson Arantes do Nascimento, o Pelezão, no bairro da Lapa, na capital.

Um professor e quatro alunos participaram da competição e todos eles garantiram lugar no pódio, sendo ouro para o mestre e professor Marcelo Baiano, Nilton Gomes e Lara Novais, e prata para Jefferson Freire e Thais Novais.

“Todos os alunos alcançaram seus objetivos. Estou muito feliz e realizado com desempenho de todos”, ressaltou o mestre Marcelo Baiano.

Participaram da Fight Friends BJJ instituições e academias de São Paulo.

A competição foi organizada pela Colisão Combate Sports, empresa parceira da Federação Paulista de Jiu-Jitsu e Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu.

cotia-jiu-jitsu 1 (1) cotia-jiu-jitsu 1 (2)

 

O prefeito de Cotia Rogério Franco acompanha mutirão de consultas médicas

Da Redação

cotia-mutirao-saude

A Secretaria da Saúde de Cotia realizou no sábado (15) mais um mutirão de consultas médicas, adotado pela administração municipal em maio deste ano com o objetivo de atender a demanda reprimida nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A ação envolveu atendimento de clínico geral na UBS de Caucaia do Alto e ginecologista na UBS do Atalaia. O prefeito Rogério Franco acompanhou o mutirão na UBS do Atalaia ao lado do secretário da Saúde, Magno Sauter.

O chefe do Executivo afirmou que o programa visa minimizar as dificuldades que algumas famílias enfrentam durante a espera por atendimento. “Estamos atendendo pacientes que estavam com consultas marcadas para o final do ano. É um projeto piloto que vamos levar para todas as UBS. Com responsabilidade e eficiência estamos dando mais qualidade ao serviço público em Cotia”, disse Rogério.

De acordo com o secretário da Saúde, os mutirões acontecerão todo sábado na UBS de Caucaia do Alto, com clínico geral e, a cada quinze dias, também aos sábados, na UBS do Atalaia, com ginecologista. “A secretaria vai continuar com estas ações nas áreas de ginecologia, pediatria e clínico geral com o intuito de zerar as demandas, garantindo acompanhamento eficaz e adequado aos munícipes.”

Quem comemorou a iniciativa foi a moradora do Jardim Central, Tânia Santos. Ela tinha consulta marcada para outubro e já foi atendida. “Ligaram na segunda-feira perguntando se eu poderia vir no sábado. Achei ótimo, porque a gente que trabalha às vezes tem que faltar, pegar atestado, então foi maravilhoso”, avaliou.

País cria 9,8 mil vagas de trabalho em junho; resultado é o 3º positivo seguido

O mercado de trabalho brasileiro abriu 9.821 novos postos em junho, variação de 0,03% em relação ao mês anterior. Essa é a terceira expansão consecutiva e a quarta registrada no ano, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgadas hoje (17).

Para o ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira, os dados mostram que “a economia dá sinais de recuperação”.

“É melhor que seja gradual, em patamares menores, do que termos uma bolha. Isso nos dá a sinalização de que a economia se recupera de forma positiva”, afirmou.

O resultado do Caged é resultado da diferença de 1.181.930 admissões e 1.172.109 demissões. No acumulado do ano, o saldo alcançou 67.358 vagas de emprego abertas. No mesmo período do ano passado, o saldo foi negativo, com 531.765 postos de trabalho fechados a mais que abertos. O resultado acumulado nos últimos 12 meses ainda aponta uma redução de 749.060 postos de trabalho.

“Nós gostaríamos de comemorar números melhores, mas o Brasil é um país que tem especificidades e a economia é um conjunto de fatores – externos e internos. O governo está cumprindo seu papel no sentido de dar sinais para o mercado, com a aprovação de reformas. A expectativa é que se mantenham os números positivos até o final do ano”, ressaltou Nogueira.

Setores

No mês de junho, o saldo positivo do Caged foi impulsionado pela agropecuária e pela Administração Pública. Em maio, foram gerados 36.827 novos postos de trabalho na agropecuária, repetindo o desempenho do setor em maio, quando registrou um saldo positivo de 46.049 novas vagas. O setor de produção de café repetiu o desempenho do mês de maio e foi novamente o destaque do período, com 10.804 vagas abertas, concentras em Minas Gerais.

A Administração Pública fechou o mês com a criação de 704 novas vagas de emprego, um aumento de 0,08%.

Já os demais setores tiveram saldo negativo de emprego, com mais fechamentos de vagas que aberturas, como a construção civil (redução de 8.963 postos de trabalho), indústria de transformação (redução de 7.887 postos), serviços (redução de 7.273 postos) e comércio (com o fechamento de 2.747 vagas de trabalho).

carttt-carteira_de_trabalho-001

No primeiro semestre, o saldo é de 67.358 vagas de emprego abertasArquivo/Agência Brasil

Segundo o ministro, no caso da construção civil, o setor deve retomar a geração de empregos nos próximos meses.

“Não é possível que a construção civil se perpetue todos os meses apresentando números negativos. Construção civil para gerar emprego demora, tem a fase dos projetos, das licenças, das organizações das plantas de construção, isso leva de seis a oito meses. Todos os setores que apresentaram números negativos, quando se faz o comparativo com ano passado, os números são muito menores”, comparou.

Desempenho regional

O desempenho do emprego com carteira assinada foi liderado pela Região Sudeste, com a criação de 9.273 novos postos de trabalho, puxado por Minas Gerais, favorecido pela agropecuária e serviços, com saldo positivo de 15.445 vagas criadas. A Região Centro-Oeste abriu 8.340 vagas, impulsionada por Mato Grosso, principalmente por setores como a agropecuária, comércio, serviços, construção civil e indústria da transformação. Goiás também teve expansão com a criação de 4.975 novos postos de trabalho, refletindo o setor de indústria da transformação, serviços e construção civil.

Reforma Trabalhista

A expectativa do governo federal é a geração de 2 milhões de postos de trabalhos nos próximos dois anos. A previsão, segundo Nogueira, será conduzida por atividades que utilizam contrato com jornada parcial, trabalho intermitente e home office – quando o trabalhador exerce suas atividades de casa ou em outro local fora da empresa.

“O governo tem tomado medidas concretas. Ordenou as suas despesas, isso é um sinal muito importante para o mercado. O segundo sinal é a segurança jurídica: através da reforma trabalhista se sinaliza para o empregador não ficar com medo de contratar.”

 

Da Agência Brasil