Avião de pequeno porte tomba ao pousar em Cotia

Da Redação
aviao-6037369_x720Avião sofreu acidente em Cotia (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um grande susto para o empresário cotiano Paulino Nascimento. Seu avião ficou sem freio no momento do pouso em sua pista particular, na região do Km 40 da Raposo Tavares, limite de Cotia com Vargem Grande.

Ele vinha de sua fazenda em Capão Bonito na tarde desta quinta-feira e ao pousar, um problema mecânico no avião fez com que ele tivesse que fazer uma manobra para não atingir a escola do Jardim Elias.

O avião capotou e ficou de rodas para o ar. Ninguém se feriu.O empresário está bem, não se machucou e já está em casa. É aguardada a perícia policial e da Anac – Agência Nacional de Aviação Civil.

Bombeiros e a Polícia Civil de Vargem Grande estão no local. Mais informações a qualquer momento.
Caso semelhante em 2011

Não foi a primeira vez que ocorre acidente na pista de Paulininho. Em 2011 outro avião de pequeno porte tombou e pegou fogo, no mesmo local. Não houve vítima fatal na época.

 

Com informações do Cotia Agora

Bendine pagou imposto sobre a propina recebida da Odebrecht

bendini--000554613

O ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine pagou o imposto, em 2017, sobre a propina recebida da Odebrecht em 2015, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Ele foi preso hoje (27) em São Paulo por ocasião da 42ª fase da Operação Lava Jato, denominada Operação Cobra, em referência ao codinome de Bendine nas planilhas da empreiteira.

Segundo o procurador Athayde Ribeiro Costa, integrante da força-tarefa da Lava Jato no MPF, Bendine tentou declarar os valores ilícitos como oriundos de uma suposta consultoria prestada à Odebrecht.

“Não houve contrato, não houve justificativa para a diminuição de uma consultoria no valor de R$ 17 milhões para R$ 3 milhões, valor que realmente foi pago. Tampouco não fazia qualquer sentido o recolhimento de impostos já em 2017. Para o MPF, esse recolhimento de imposto significa uma tentativa de ocultar e dissimular a origem criminosa dos valores e também ludibriar as investigações e obstruir a Justiça”, afirmou Costa.

A deflagração da Operação Cobra teve por base as delações premiadas do ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e do ex-presidente da Odebrecht Ambiental, Fernando Reis. Segundo os depoimentos, Bendine pediu R$ 17 milhões em propina, ainda quando presidente do Banco do Brasil, para rolar uma dívida da Odebrecht Agroindustrial. Os delatores afirmam que este pedido foi negado pela empreiteira.

Pouco antes de assumir a presidência da Petrobras, ainda segundo as delações, Bendine solicitou propina novamente, sob o argumento de que poderia prejudicar a Odebrecht na petrolífera — inclusive em relação à Operação Lava Jato. Dessa vez, a empreiteira avaliou que poderia realmente ser prejudicada e aceitou pagar R$ 3 milhões em propina.

“É um caso muito interessante e relevante, porque o alvo principal é ex-presidente do Banco do Brasil, ex-presidente da Petrobras, num período em que a Lava Jato já estava em pleno funcionamento, ele deixa o BB e assume essas funções na Petrobras”, disse o delegado Igor Romário de Paula, responsável pelo combate ao crime organizado na Polícia Federal no Paraná.

O procurador Athayde Costa também comentou sobre a atividade criminosa em pleno funcionamento da Lava Jato. “As provas de que o presidente da Petrobras nomeado para acabar com a corrupção na companhia estava praticando corrupção é realmente de assustar a todos nós. É indignante que, durante o escândalo de corrupção, pessoas utilizavam a companhia para praticar crimes e auferir recursos, segundo as evidências até então colhidas”, disse.

Delações

Apesar de a Operação Cobra ter sido deflagrada a partir das delações da Odebrecht, a força-tarefa ressaltou que os depoimentos foram apenas um ponto de partida para as investigações. Segundo o MPF, foram colhidas provas de encontros em restaurantes e hotéis, além de recuperadas conversas de texto trocadas entre os envolvidos por meio de um aplicativo de celular que destrói as mensagens automaticamente.

“Isso é importante pontuar porque, vez ou outra, criticam as colaborações a pretexto de que seriam apenas elas as razões de um pedido de prisão. Não [é verdade]. A razão de pedidos de prisão são as provas de corroboração que são colhidas durante a investigação”, enfatizou o procurador Athayde Costa.

Ainda segundo a força-tarefa da Lava Jato, a investigação não encontrou evidências de participação criminosa da ex-presidente Dilma Rousseff neste caso. Bendine assumiu a presidência da Petrobras em 2015 por indicação da petista.

“Segundo os colaboradores, [Bendine] havia utilizado mão da então presidente da República para se promover perante os empreiteiros. Nada foi apontado em termos concretos de movimento da então presidente Dilma”, disse Costa.

A PF informou, ainda, que os três alvos da Operação Cobra – Aldemir Bendine e os operadores financeiros André Gustavo Vieira da Silva e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior – já foram presos e estão sendo transportados para Curitiba.

* Matéria alterada às 13h05 para corrigir informação
Da Agência Brasil

1ª Semana da Juventude Cristã de Cotia

Da Redação

Na noite de segunda-feira (24/07), aconteceu a abertura oficial da 1ª Semana da Juventude Cristã de Cotia. A programação se estende até o próximo sábado (29). O evento foi incluído no calendário oficial de eventos do município pela Lei Municipal 1976/2017 e acontecerá anualmente na última semana de julho.

A abertura foi realizada na Igreja da Restauração, no Jardim Sabiá, e contou com a presença do secretário de Governo, Fernando Jão, secretário de Transportes e Trânsito, Joaquim “Brechó”, além do vereador Marcos Nena e líderes religiosos do município.

O evento é direcionado ao público jovem, e vem com intuito de unir esporte, cultura, diversão e informação para os jovens cristãos da cidade, contando com total apoio da Prefeitura para que seja realizado. “Parabenizo a todos pelo projeto, pois é muito importante que ele aconteça em nossa cidade. Estamos à disposição para dar todo apoio e ajuda necessária”, disse o secretário Fernando Jão.

A Semana da Juventude, irá envolver os três principais pontos da nossa cidade, terá eventos em Cotia, Caucaia do Alto e Granja Viana, para que, dessa forma, todos tenham acesso. Na mesma data, aconteceu o sorteio dos jogos dos campeonatos de futsal e vôlei.

“Nosso principal objetivo com esse projeto de lei foi buscar a inserção desses jovens, trazendo a eles esclarecimentos e espero que saiam dessa experiência fortalecidos”, ressaltou o vereador Marcos Nena, percursor e idealizador do projeto.

Durante toda a semana serão realizados eventos esportivos, show de Stand Up Comedy, palestras e evangelismo.

Programação do evento:

- Terça-feira (25), às 19h:  show de Stand Up Gospel Comedy, com o comediante Dennys Ricardo no AD São Caetano (Rua Ernesto Lemos Leite, 188 – Vila Monte Serrat).

- De terça-feira (25) a sexta-feira (28), às 19h: partidas de futsal no Ginásio de Esportes, Granja Viana e no CEUC Caucaia do Alto.

- Quinta-feira (27) e sexta-feira (28), às 19h: partidas de vôlei no Ginásio de Esportes.

- Quarta-feira (26), às 19h: palestra “Futuro Profissional”, no AD Belém Caucaia Centro (Av. Inocêncio Pires de Oliveira, 225 – Centro) e um programa de evangelismo na Feira Noturna, em frente à Prefeitura de Cotia.

- Quinta-feira (27), às 19h: palestra sobre “Aeróbica e Saúde Feminina” no Ministério da Restauração – Km 26 (Rua São Domingos, 180 – Jd. São Vicente).

- Sexta-feira (28), às 19h: palestra com o tema “Combate as Drogas e Álcool” no AD São Mateus (Rua Beija Flor, 17 – Jd. Coimbra) e um programa de evangelismo na Feira Noturna de Caucaia do Alto, que acontece na Praça dos Romeiros – Centro.

- Sábado (29), às 10h: final dos campeonatos de vôlei e futsal (para acompanha-las, basta levar 1kg de alimento não perecível) no Ginásio de Esportes (Rua Ouro s/nº), e às 19h o encerramento ficará por conta do coral Kemuel, no Ginásio.

s-juventude-cotia-0002

s-juventude-cotia

TRF3 determina que União deve custear tratamento de bebê nos Estados Unidos

Da Redação

A Sexta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) concedeu liminar para determinar que a União encaminhe um bebê portador de Síndrome de Megabexiga Microcólon e Hipoperistaltismo Intestinal (MMHIS) ao exterior e custeie todo o tratamento que ele necessita junto ao Jackson Memorial Medical, em Miami, nos Estados Unidos, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia de atraso.

A síndrome de Berdon, como também é conhecida, é uma doença congênita que se caracteriza pela presença de uma bexiga distendida, intestino fino e sem peristaltismo. O bebê se encontra internado desde o nascimento, em 30 de novembro de 2015.

O processo foi julgado extinto em primeira instância sob o argumento que o caso já havia sido analisado pela 13ª Vara Federal de São Paulo/SP em outro processo (0010402-95.2016.403.6100/SP) com a celebração de um acordo que previa o integral tratamento do menor no Brasil.

Segundo o acordado, realizado em 28 de junho, o paciente seria encaminhado ao Hospital das Clínicas de Porto Alegre/RS para reabilitação intestinal. Mas após o tratamento, os médicos entenderam ser necessário o transplante multivisceral.

Contudo, o autor apelou ao TRF3 sustentando que o acordo foi descumprido. Os pais afirmam que sua permanência na capital gaúcha não foi custeada pela União. Além disso, as condições do paciente eram diferentes no primeiro processo e não houve decisão de mérito sobre o direito de a criança ser submetida a transplante multivisceral. Argumentou, ainda, que não houve melhora no quadro clínico do bebê após o tratamento, mas apenas ganho de peso.

O desembargador federal Johonson Di Salvo, relator do processo, concluiu que, embora as ações tenham as mesmas partes e o mesmo pedido, elas não têm a mesma causa de pedir, dada a alteração das circunstâncias fáticas.

Ele observou que este processo é amparada em relato da equipe médica de que a única possibilidade para a cura da enfermidade seria um transplante multivisceral. Esta informação oficial é datada em 22 de setembro, ou seja, em momento posterior à celebração do acordo.

“Portanto, a sentença deve ser reformada a fim de se afastar a coisa julgada, com a remessa dos autos à origem para regular processamento, tendo em vista que a causa não se encontra madura para julgamento (artigo 1.013, parágrafo 1º, do CPC/2015), no tocante ao mérito”, concluiu o relator.

Antecipação de tutela

Em relação à antecipação da tutela, o desembargador destacou a credibilidade da prova documental aliada ao perigo de morte do menor, resultante na demora na tramitação processual.

“Estão provados nos autos a doença (Síndrome de Berdon) e o tratamento de que necessita o menor (transplante multivisceral), bem como que o tratamento a que vem sendo submetido no Brasil por força do acordo firmado nos autos nº 0010402-95.2016.403.6100 não tem trazido evolução em seu quadro clínico”, afirmou.

Consta ainda dos autos informação do Hospital das Clínicas de Porto Alegre, segundo a qual o paciente se apresenta em condição clínica estável, o que permite viagem para o transplante multivisceral em outro estado no Brasil, assim como no exterior.

Para o desembargador, “negar ao infante o tratamento cirúrgico de que necessita implica desrespeito às normas constitucionais que garantem o direito à saúde e à vida; mais: ofende a moral administrativa (artigo 37 da Constituição), pois o dinheiro e a conveniência dos detentores temporários do Poder não sobreleva os direitos fundamentais”.

O magistrado recordou ainda que, ao decidir sobre tratamentos de saúde, o Poder Judiciário não está se investindo na função do Poder Executivo, “está tão somente determinando que se cumpra o comando constitucional que assegura o direito maior que é a vida, está assegurando o respeito que cada cidadão merece dos detentores temporários do Poder Público, está fazendo recordar a verdade sublime que o Estado existe para o cidadão, e não o contrário”.

Apelação (PJe) 5004634-69.2017.4.03.61005004634-69.2017.403.6100

*Informações do TRF3

Ginástica Rítmica de Cotia conquista 2ª colocação nos Jogos Regionais 2017

Da Redação

As meninas da equipe de Ginástica Rítmica de Cotia fizeram bonito na 61ª edição dos Jogos Regionais e voltaram para a cidade com cinco premiações depois de encerrarem a participação no evento esportivo, no último final de semana. Na classificação de grupo, as atletas ficaram em segundo lugar, atrás de São Caetano do Sul e à frente de Santos.

O conjunto de Cotia esteve formado por Aline Santos, Bianca Yuasa, Gabriela Sales, Gabriele Dutra Chagas e Sabrina Nagata. Além da medalha em conjunto, Bianca Yuasa, conquistou o segundo lugar nas modalidades mãos livres e bola. Gabriela Sales e Aline Santos conquistaram o terceiro lugar individual nas modalidades de maças e fitas.

“As meninas treinaram muito nos últimos meses para conseguir esse resultado, ficamos com a segunda colocação, mas com sabor de primeira”, comemorou a técnica Zeza Belafronte que encerrou a participação na expectativa de classificação para os Jogos Abertos. “A diferença de pontuação para a primeira colocada foi bem pequena, acredito que nós vamos conseguir uma classificação para os Jogos Abertos”, disse.

As ginastas de Cotia vêm apresentando um desenvolvimento muito expressivo em todas as competições que participam. Na edição do ano passado dos Jogos Regionais, Cotia garantiu o ponto mais alto do pódio em Ginástica Rítmica.

A competição é realizada pela Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado e visa desenvolver a prática esportiva nos municípios que estão divididos em oito regiões esportivas, sendo a 1ª São Bernardo do Campo (da qual Cotia faz parte), 2ª Caraguatatuba, 3ª Lençóis Paulista, 4ª Americana, 5ª Sertãozinho, 6ª Andradina, 7ª Osvaldo Cruz e 8ª Sorocaba.

O torneio também é classificatório para os Jogos Abertos do Interior “Horácio Baby Barioni”, cuja data e local ainda não foram divulgados.

ginastica 2 ginastica 1

Corinthians sofre, mas vence o Patriotas e avança na Sul-Americana

ccc-cor_x_pat_1-1-1024x682

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Foi mais difícil do que o torcedor corintiano imaginava, com o Patriotas pressionando no fim e perdendo chances de empatar, mas o Corinthians fez 2 a 0 sobre o rival colombiano na noite desta quarta-feira, no estádio de Itaquera, e carimbou sua vaga nas oitavas de final da Sul-Americana. Os gols foram marcados por Balbuena, no primeiro tempo, e Pedrinho, já nos acréscimos do segundo tempo, com um lindo toque por cobertura.

O triunfo, aplaudido ao final pela torcida apesar dos sustos, leva o Timão ao seu 31º jogo de invencibilidade na temporada, igualando a segunda maior sequência da história alvinegra, obtida pela primeira vez na década de 1930. Foi também a primeira classificação em uma competição internacional obtida na arena.

Na próxima fase, enfrenta o vencedor do duelo entre Racing e Independiente Medellin. Os dois times entram em campo nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Colômbia, com o time da casa precisando reverter os 3 a 1 obtidos pelos argentinos na partida de ida. Pelo Brasileiro, o Alvinegro agora foca suas atenções no Flamengo, adversário de domingo, às 16h (de Brasília), novamente no estádio de Itaquera.

Balbuena abre o caminho mais uma vez

ccor_x_pat_0b-1-1024x682

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians começou a partida mostrando um futebol muito diferente do que demonstrou até o momento nesta temporada. Com muitos erros de passe, principalmente na saída de bola, apresentou-se com um nível parecido ao da primeira partida, na Colômbia, ocasião em que culpou diversos fatores, entre viagem e o tamanho do gramado, como responsáveis por uma apresentação abaixo do padrão.

Diante de um rival que também não possuía grandes alternativas na criação de jogo, o Timão se viu obrigado a ter mais paciência para avançar suas linhas. Na primeiras vez em que tocou a bola no campo de ataque, o time anfitrião viu Giovanni Augusto receber na lateral da área, aos 14 minutos, e cruzar na segunda trave. A bola passou por Kazim e sobrou para Clayton, que dominou, tirou do zagueiro e, livre, chutou por cima do gol.

 

Na sequência, o mesmo Clayton ganhou a jogada em velocidade pela esquerda, tirou mais um marcador e tentou o chute rasteiro, mas a zaga afastou. Pressionando e dominando o campo de ataque, o Alvinegro conseguiu impor a pressão que queria até que, em escanteio batido por Maycon, aos 28, Balbuena ganhou da marcação e cabeceou no canto direito, mais uma vez sem chances para o goleiro Villete, assim como ocorreu no jogo de ida.

O tento não mudou a altitude do Patriotas, que quase conseguiu o empate também em um escanteio, com Valoyes, mas o centroavante cabeceou para fora. Até o intervalo, o duelo teve poucas movimentações ofensivas. No lance que mais chamou a atenção, Cássio saiu do gol em falta e tentou ligar contra-ataque com Marquinhos Gabriel. Arboleda chegou afastando e quase surpreendeu o goleiro, que conseguiu se recuperar.

Patriotas pressiona, mas Pedrinho marca no fim

A etapa final não mudou a atitude de ambos os lados, com o Corinthians mostrando a mesma imprecisão nos passes e os colombianos apostando mais na força física do que na qualidade técnica. Percebendo alguns espaços na defesa corintiana, o técnico dos visitantes apostou na velocidade de Mosquera, atleta que já havia dado muito trabalho a Moisés no embate realizado em Tunja.

A impaciência com a falta de oportunidades fez a torcida pedir a entrada de Pedrinho ainda antes dos dez minutos, incomodada com as constantes perdas de bola do trio Clayton, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel. O pedido foi atendido aos 20, quando o garoto ingressou na vaga de Clayton, pelo lado direito, recebendo muitos aplausos. As chances, no entanto, teimaram em não aparecer.

Carille melhorou o time acionando Jô e Camacho, mas o placar seguia inalterado. O Patriotas, então, se lançou à frente, levando perigo em faltas próximas à área. Aos 40, quase conseguiu o gol quando Mosquera se livrou de Balbuena e cruzou para o meio, mas Arana chegou bem para travar. Quando tudo parecia caminhar para um final complicado aos donos da casa. Cássio deu um chutão, Jô disputou com a zaga e a bola ficou para Pedrinho, que colocou na frente e encobriu o goleiro, para a festa da Fiel.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 PATRIOTAS-COL

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 26 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Raul Orellana e Edson Cisternas (ambos do Chile)
Público: 34.472 pagantes
Renda: R$ 1.593.595,90
Cartão amarelo: Cabezas (Patriotas)
Gols:
CORINTHIANS: Balbuena, aos 28 minutos do primeiro tempo, e Pedrinho, aos 46 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Giovanni Augusto (Jô), Marquinhos Gabriel e Clayton (Pedrinho); Kazim (Camacho)
Técnico: Fábio Carille

PATRIOTAS: Villete; Murillo, Carreño (Pretel), Arboleda e Cabezas; Larry Vásquez, Robayo e Omar Vásquez (Mosquera); Gomez, Valoyes e Ibarguen
Técnico: Diego Corredor

 
Tomás Rosolino
Da Gazeta Esportiva São Paulo, SP

 

Cruzeiro empata com Palmeiras e vai à semifinal da Copa do Brasil

cruz-1485099373668_615x300

(Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

O Cruzeiro garantiu presença na semifinal da Copa do Brasil durante a noite desta quarta-feira. Após sair em desvantagem diante do Palmeiras, o time celeste buscou o empate por 1 a 1 no Mineirão, resultado suficiente para avançar à próxima fase do torneio nacional.

Beneficiado pelo empate por 3 a 3 em São Paulo, o Cruzeiro enfrenta na próxima fase o ganhador do duelo entre Grêmio e Atlético-PR. Depois de vencer por 4 a 0 em Porto Alegre, o time gaúcho tenta confirmar a vaga às 21h45 (de Brasília) desta quinta-feira, na Arena da Baixada.

Palmeiras e Cruzeiro entram em campo pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro no final de semana. Às 19 horas deste sábado, o time alviverde encara o ameaçado Avaí, no Estádio Palestra Itália. Já a equipe celeste pega o Vitória às 19 horas de domingo, no Mineirão.

O Jogo – O primeiro tempo do confronto disputado no Mineirão foi monótono. Beneficiado pelo empate sem gols, o Cruzeiro se manteve bem postado no campo de defesa. Já o Palmeiras, com Dudu e Guerra pouto participativos, foi incapaz de criar chances de gol na metade inicial.

Os goleiros Jailson e Fabio não tiveram maiores dificuldades. Thiago Neves finalizou uma vez da entrada da área após receber de Diogo Barbosa e o arqueiro palmeirense defendeu com tranquilidade. Jean também arriscou de longe e movimentou o guarda metas celeste.

De forma inusitada, o técnico Cuca protagonizou um dos poucos lances bonitos da etapa inicial. Posicionado na beirada do gramado, o treinador mostrou habilidade ao dominar uma bola que saiu pela linha lateral e até ganhou aplausos de Mano Menezes.

Na tentativa de aumentar o poder ofensivo do Palmeiras, Cuca colocou Keno no lugar de Guerra, deslocando Dudu da ponta esquerda para a meia. O panorama da partida não mudou, e Cuca resolveu sacar o volante Felipe Melo para a entrada do meia Raphael Veiga.

O Palmeiras inaugurou o marcador aos 25 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio pelo lado direito de Raphael Veiga, o goleiro Fabio tentou afastou. Na sobra, Keno pegou de primeira na entrada da área, a bola desviou em Lucas Romeiro e terminou nas redes.

Em vantagem, Cuca reforçou a marcação no meio de campo ao tirar o atacante Dudu para colocar o volante Tchê Tchê. Pouco depois de Egídio desperdiçar um contra-ataque promissor, o Cruzeiro chegou ao gol da classificação. Após cruzamento de Alisson pela esquerda, Diogo Barbosa usou a cabeça para completar com sucesso.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 x 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires Cristhian Passos Sorence (FIFA-GO)
Cartões amarelos: Alisson, Arrascaeta e Thiago Neves (CRU); Mina, Egídio e Edu Dracena (PAL)
Gols:
CRUZEIRO: Diogo Barbosa, aos 39 minutos do 2º Tempo
PALMEIRAS: Keno, aos 25 minutos do 2º Tempo

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel cabral e Elber (Arrascaeta); Thiago Neves; Rafael Sobis (Raniel) e Alisson (Lucas Silva)
Técnico: Mano Menezes

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Yerry Mina, Edu Dracena e Egídio; Thiago Santos e Felipe Melo (Raphael Veiga); Roger Guedes, Guerra (Keno) e Dudu (Tchê Tchê); Borja
Técnico: Cuca

 

 

Da Gazeta Esportiva São Paulo, SP

Taxa de juros de pagamento mínimo do cartão cai para 230,4% em junho

cataoes_credito

Para quem não quitou ou atrasou o pagamento do mínimo da fatura, a taxa subiuArquivo/ABR

A taxa de juros do rotativo do cartão de crédito para quem paga o valor mínimo da fatura caiu em junho. A taxa chegou a 230,4% ao ano no mês passado, com redução de 28,1 pontos percentuais em relação a maio, de acordo com dados divulgados hoje (27) pelo Banco Central (BC).

Já a taxa cobrada dos consumidores que não pagaram ou atrasaram o pagamento mínimo da fatura subiu 6,8 pontos, passando para 460,7% ao ano, em junho. Com isso, a taxa média da modalidade de crédito ficou em 378,3% ao ano, com alta de 0,4 ponto percentual em relação a maio.

O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão. Desde abril, os consumidores que não conseguem pagar integralmente a fatura do cartão só podem ficar no crédito rotativo por 30 dias. A nova regra, fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em janeiro, obrigou as instituições financeiras a transferirem para o crédito parcelado, que tem taxas menores.

A taxa do crédito parcelado caiu 1,8 ponto percentual para 157,8% ao ano, em junho.

Cheque especial

A taxa de juros do cheque especial ficou em 322,6 % ao ano, em junho, com redução de 2,5 pontos percentuais em relação a maio.

A taxa média de juros para as famílias caiu 1,2 ponto percentual e ficou em 63,3% ao ano em junho. No caso das empresas, a taxa caiu 1,3 ponto percentual e foi para 24,8% ao ano.

A inadimplência do crédito, considerados atrasos acima de 90 dias, para pessoas físicas, ficou em 5,8%, com redução de 0,1 ponto percentual em relação a maio. No caso das pessoas jurídicas, a taxa chegou a 5,3%, com queda de 0,7 ponto percentual. Esses dados são do crédito livre. em que os bancos têm autonomia para aplicar dinheiro o captado no mercado.

No caso do crédito direcionado (empréstimos com regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural e de infraestrutura) a taxa de juros para as pessoas físicas caiu 0,5 ponto percentual, passando para 9,2% ao ano. A taxa cobrada das empresas subiu 0,4 ponto percentual para 11,7% ao ano. A inadimplência das famílias caiu 0,3 ponto percentual para 1,9 % e das empresas, ficou foi reduzida em 0,2 ponto percentual, chegando a 2%, em junho.

O saldo de todas as operações de crédito concedido pelos bancos ficou em R$ 3,078 trilhões, com alta de 0,4%, no mês. Em 12 meses, houve retração de 1,6%. Em relação a tudo o que o país produz – Produto Interno Bruto (PIB) , o volume correspondeu a 48,5%, com redução de 0,1 ponto percentual em relação a maio.

 

Da Agência Brasil

Política:70% desaprovam governo de Michel Temer, segundo CNI/Ibope

A reprovação ao governo do presidente Michel Temer subiu para 70% em julho ante 55% em março, de acordo com pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira, que apontou ainda desaprovação de 83% à maneira de governar de Temer, contra 73% no levantamento passado.

michel

Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto em Brasília, Brasil
25/7/2017 REUTERS/Adriano Machado

A aprovação ao governo ficou em 5%, ante 10% em março, enquanto aqueles que consideram o governo regular somaram 21%, contra 31%, segundo o levantamento.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 125 municípios entre 13 e 16 de julho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

 

 

Reuters – Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.