Arrecadação federal sobe 9,49% em novembro e atinge melhor nível em três anos

Impulsionada pela renegociação de dívidas com a União e os aumentos de tributos sobre os combustíveis, a arrecadação federal subiu em novembro. Segundo números divulgados hoje (19) pela Receita Federal, a União arrecadou R$ 115,089 bilhões, alta de 9,49% em relação ao mesmo mês do ano passado, descontada a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Esse é o melhor resultado para o mês desde 2014 em valores corrigidos pelo índice.

De janeiro a novembro, a arrecadação federal totalizou R$ 1,205 trilhão, alta de 0,13% na comparação com o mesmo período do ano passado. O montante é o maior desde 2015 em valores corrigidos pela inflação oficial. No entanto, se forem consideradas apenas as receitas administradas pelo Fisco (como impostos e contribuições), a arrecadação acumula queda de 0,83% em 2017. A arrecadação total inclui receitas não administradas pela Receita, como royalties do petróleo.

O principal fator que elevou a arrecadação federal em novembro foi o Programa Especial de Regularização Tributária (Pert), que renegociou dívidas de contribuintes com a União. Apenas em novembro, o programa arrecadou R$ 5,46 bilhões. No acumulado do ano, o parcelamento rendeu R$ 20,24 bilhões ao governo. Previsto para acabar no fim de outubro, o prazo de adesão ao Pert, também chamado de Novo Refis, foi prorrogado até 31 de novembro.

Tributos sobre combustíveis

Além do novo Refis, a elevação das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre os combustíveis contribuiu para reforçar os cofres federais em novembro. No mês passado, a arrecadação dos dois tributos subiu 14,08% acima da inflação em relação ao mesmo mês do ano passado, descontada a inflação. A alta também foi influenciada pelo crescimento de 9,25% no volume de vendas em outubro (que se refletiu na arrecadação de novembro). Por incidirem sobre o faturamento das empresas, os dois tributos estão ligados ao comportamento do consumo.

Apesar de o Fisco ter intensificado as fiscalizações em relação ao pagamento de tributos por entidades financeiras, a arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) recuou. A receita dos dois tributos caiu 2,03% no mês passado em relação a novembro de 2016, descontando a inflação pelo IPCA.

Previdência

O início de recuperação da economia também melhorou a receita de outros tributos. O aumento do emprego formal nos últimos meses fez a arrecadação da Previdência Social subir 4,54% em novembro na comparação com o mesmo mês do ano passado, descontado o IPCA. O crescimento da produção industrial, principalmente de veículos, fez a arrecadação de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) aumentar 14,6% na mesma comparação.

 

Da Agência Brasil

 

Conmebol divulga ranking e confirma cabeças de chave da Libertadores

Entidade publicou relação nesta terça-feira, véspera do sorteio da competição

A Conmebol divulgou nesta terça-feira o Ranking de Clubes para a temporada 2018. Com isso, estão confirmados pela entidade os oito cabeças de chave do sorteio da Libertadores, que acontece nesta quarta-feira, no Paraguai.

comb-5a2d4c41dbb8f
EFE
Foto: LANCE!

Ou seja, o pote 1 será composto por River Plate, Boca Juniors, Grêmio, Atlético Nacional, Grêmio, Peñarol, Santos, Corinthians e Cruzeiro.

O líder do ranking passou a ser o River Plate, que desbancou o rival Boca. Atual campeão da Libertadores, competição que tem mais peso na contabilização dos pontos, o Grêmio saltou de 12º, em 2017, para a terceira posição, no ranking de 2018.

Atlético-MG e São Paulo estão, respectivamente, em sétimo e oitavo no ranking da Conmebol, mas não disputal a a Libertadores-2018.

Mesmo com o bônus de ter sido campeão brasileiro, o Corinthians caiu de oitavo para 12º. Assim, o Santos, agora em 11º, passou a ser o quarto melhor brasileiro na relação. O Cruzeiro vem em 13º, posição que assegurou à Raposa o direito de ser cabeça de chave.

O Palmeiras subiu três posições, ficando na 22ª do ranking. Assim, ocupa espaço no pote 2 da Libertadores. E como o Flamengo teve uma ascensão modesta, indo da 37ª para a 35ª posição, fica mesmo no pote 3.

A DIVISÃO DOS POTES NO SORTEIO DA LIBERTADORES

POTE 1
River Plate (ARG)
Boca Juniors (ARG)
Grêmio
Atlético Nacional (COL)
Peñarol (URU)
Santos
Corinthians
Cruzeiro

 
POTE 2
Emelec (EQU)
Estudiantes (ARG)
Cerro Porteño (PAR)
Palmeiras
Bolívar (BOL)
Libertad (PAR)
Universidad de Chile
Independiente (ARG)

 

POTE 3
The Strongest (BOL)
Colo Colo (CHI)
Racing (ARG)
Flamengo
Defensor (URU)
Alianza Lima (PER)
Millionarios (COL)
Real Garcilaso (PER)

 

POTE 4
Atlético Tucumán (ARG)
Deportivo Lara (VEN)
Delfín (EQU)
Monagas (VEN)
Time da fase preliminar
Time da fase preliminar
Time da fase preliminar
Time da fase preliminar

 

2ª FASE PRELIMINAR

POTE 1
Nacional (URU)
Guaraní (PAR)
Independiente del Valle (EQU)
Vasco (BRA)
Junior Barranquilla (COL)
Santa Fe (COL)
Jorge Wilstermann (BOL)
Melgar

POTE 2
U. Concepción (CHI)/U. Española (CHI)
Chapecoense (BRA)
Banfield (ARG)
Carabobo (VEN)
Santiago Wanderers (CHI)
Time da fase 1
Time da fase 1
Time da fase 1

 

1ª FASE PRELIMINAR

Pote 1
Olimpia (PAR)
Universitario (PER)
Deportivo Táchira (VEN)

 

Pote 2
Montevideo Wanderers (URU)
Oriente Petrolero (BOL)
Macará (EQU)
Igor Siqueira
LANCE!