Mulheres e jovens brasileiros que vivem no campo serão tema de pesquisa

mulheres-971230-

 

O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) vai coordenar este ano no Brasil uma pesquisa sobre as mulheres e os jovens que vivem no campo. A intenção é detectar as principais necessidades desses grupos e dar subsídios para o desenvolvimento de políticas públicas.

A atenção a mulheres e jovens rurais nos países americanos será uma das prioridades do novo diretor geral do IICA, Manuel Otero, que tomou posse nessa segunda-feira (15). Serão feitos levantamentos em países representativos da América e o Brasil é um deles. Os demais ainda estão sendo definidos. “Mulheres e jovens, sejam da área rural ou urbana, são os grupos menos atendidos da região. São os que têm menos atenção por parte das políticas públicas e representam um setor extremamente importante”, diz o assessor especial de Otero, Jorge Werthein.

Werthein, que já foi representante da Oganização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil, diz que é necessário ouvir o que querem esses grupos e verificar como estão sendo atendidos. Para mostrar a necessidade de atenção, ele cita um estudo da Unesco sobre o papel das mulheres em assentamentos rurais, mostrando que quando se trata de manifestações, elas estão “na primeira fila, mas quando retornam aos assentamentos, o que lhes resta é a panela. Não têm espaço”, diz. O  estudo Companheiras de luta ou coordenadoras de panelas? está disponível na internet.

Em relação à juventude, o asessor faz um alerta: “Juventude que não tem sistema educacional, que não tem cultura, não tem possibilidade, vai embora do campo, não tem perspectiva de futuro. A droga tem penetrado no campo e está capturando esses jovens”, diz.

O projeto será desenvolvido com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). “O IICA tem ajudado e pode ampliar ainda mais a qualificação em nosso país”, comenta o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Caio da Rocha.

Segundo o secretário, o Brasil tem que alicerçar políticas que possam desenvolver talento, aptidão e dar condições “para que os jovens possam se aperfeiçoar e permanecer no processo agrícola, ou pelo menos, parte deles”. Precisa também de políticas que valorizem a mulher rural.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15% dos brasileiros vivem em áreas rurais, como mostra a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015. Cerca da metade é mulher, o que totaliza aproximadamente 14,1 milhões. Elas são responsáveis, por exemplo, por 44% das compras feitas por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do governo federal.

Os jovens são cerca de 8 milhões, com idade de 18 a 29 anos. Eles foram responsáveis por acessar 37,4% dos recursos destinados ao Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), entre os anos de 2002 e 2013.

IICA no Brasil

O IICA foi fundado em 1942, com o objetivo de promover uma agricultura competitiva, sustentável e inclusiva para as Américas. É o organismo especializado em agricultura e bem-estar rural vinculado à Organização dos Estados Americanos (OEA). O Brasil passou a fazer parte do IICA em 1964. O instituto está presente em 18 países, com 34 escritórios com capacidade técnica.

O principal papel do IICA é oferecer cooperação técnica em projetos com o governo federal e os estaduais. Atualmente, estão em desenvolvimento 22 projetos no Brasil.

*A repórter viajou a convite do IICA

 

San José, Costa Rica
Mariana Tokarnia – Enviada Especial
Da Agência Brasil

Trio deixa elenco com 39 nomes; Carille tem 40 dias para fazer cortes

corii_65272_large

Foto:Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians anunciou oficialmente a chegada de Emerson Sheik na última segunda-feira e, a menos que os exames médicos impeçam, fará o mesmo com o zagueiro Henrique e o meia Mateus Vital nesta terça. Com o trio, que chega na véspera da estreia da equipe no Campeonato Paulista, frente à Ponte Preta, às 21h45 (de Brasília), no Pacaembu, Carille chega a 39 opções para a temporada, número que ele tem 40 dias para reduzir.O prazo estabelecido se dá pela data-limite de inscrição de jogadores no Paulista, dia 23 de fevereiro, e da Libertadores da América, três dias depois. Além da lista entregue na última segunda-feira, que define os nomes a serem utilizados na primeira fase do torneio, Carille ainda tem até o final do mês que vem para fechar a relação de nomes desejados para a competição local.

Já na disputa continental, o limite para enviar à Conmebol a lista dos 30 atletas que poderão jogar o torneio é de 48 horas antes da equipe entrar em campo pela primeira vez. Como a estreia está marcada para o dia 28 de fevereiro, na cidade de Bogotá, às 21h45 (de Brasília), tudo tem de estar pronto até a noite da antevéspera. Vale lembrar que, na competição, os jovens não têm o privilégio de uma lista B, como acontece no Paulista.

Atualmente, o mais provável é que hajam alguns cortes na zaga e no meio-campo, local que possui 17 atletas no total, sendo nove volantes e oito meias. A diretoria já vasculha o mercado em busca de interessados e tem como ideia emprestar atletas que tenham menos idade e um vínculo mais longo, visando principalmente à valorização dos jogadores.

Dessa forma, os que têm mais chances de serem cedidos são atletas como Warian e Rodrigo Figueiredo, nomes que não podem entrar na lista B do Paulista, destinada a oriundos das categorias de base. Por terem nascido em 1996, eles estouram a idade necessária para entrarem na relação, criada neste ano para incentivar a utilização de atletas criados no clube. Moisés e Jean, que nem sequer atuaram na Copa Flórida, são outros prováveis emprestados.

A lista A, por sua vez, tem 23 nomes de linha à disposição do comandante, que já deixou claro a expectativa de desempenhar um bom futebol no Paulista, aproveitando a manutenção da base em relação ao ano passado. Não deve haver espaço para muitas “oportunidades”, já que, uma vez inscrito, o jogador não pode ser substituído até o começo da fase de mata-mata.

Nos próximos dias, jogadores que não fazem parte dos planos devem ser chamados para conversar com a diretoria e ouvirem o motivo das suas ausências nas competições.

Goleiros: Cássio, Caíque, Filipe e Walter
Laterais: Fagner, Juninho Capixaba, Léo Príncipe, Guilherme Romão e Moisés
Zagueiros: Balbuena, Pedro Henrique, Léo Santos, Henrique, Yago e Vilson
Volantes: Gabriel, Camacho, Fellipe Bastos, Jean, Mantuan, Maycon, Paulo Roberto, Renê Júnior e Warian
Meias: Jadson, Rodriguinho, Danilo, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel, Mateus Vital, Pedrinho e Rodrigo Figueiredo
Atacantes: Clayson, Kazim, Romero, Carlinhos, Emerson Sheik, Júnior Dutra e Lucca

 

Tomás Rosolino
Da Gazeta Esportiva SP

Com gol de ‘sósia’ de Kaká, São Paulo elimina Cruzeiro

O meia Igor Gomes, que se inspira e se considera com semelhanças com o melhor jogador do mundo de 2007, fez o gol da classificação tricolor em Ribeirão Preto nesta segunda-feira

Graças a um meia apontado como uma espécie de sósia de Kaká, o São Paulo segue na busca pelo tetracampeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Igor Gomes, que é comparado e enxerga semelhanças de seu futebol com o melhor jogador do mundo de 2007, fez o gol da vitória por 1 a 0 da noite desta segunda-feira, em Ribeirão Preto, sobre o Cruzeiro, e colocou o Tricolor nas quartas de final da competição.

sp-5a5d3b27ca7ca

Igor Gomes marcou o único gol da partida e levou o São Paulo às quartas de final (Célio Messias/saopaulofc.net)
Foto: LANCE!

O lance em que balançou as redes, aos 13 minutos do segundo tempo, lembra mesmo alguns gols do recém-aposentado craque, revelado pelo Tricolor. Igor Gomes recebeu belo cruzamento de Liziero na área, dominou e tocou na saída do goleiro, como Kaká se acostumou a fazer.

Antes da jogada, o que se viu foi um Cruzeiro preenchendo seu meio-campo e bloqueando a troca de passes do Tricolor. O time mineiro ainda foi responsável pelo principal lance do primeiro tempo, logo aos dois minutos de jogo, quando Marcelo soltou a bomba da entrada da área e viu o goleiro Júnior desviar a bola para a trave.

Na dificuldade para entrar na área adversária, o Tricolor apostava nas jogadas de Toró pela esquerda e, principalmente, na movimentação de Igor Gomes, que chamava o jogo e arriscava finalizações. No segundo tempo, aos quatro minutos, Marcelo quase fez um golaço para o Cruzeiro, após aplicar chapéu em zagueiro e isolar a bola. Mas o São Paulo manteve a bola mais à frente, fez seu gol e controlou o jogo diante da falta de criatividade do rival.

O São Paulo volta a entrar em campo na quinta-feira, pelas quartas de final da Copinha, novamente em Ribeirão Preto. O adversário será o Vitória, que bateu o Londrina por 2 a 1 na tarde desta segunda-feira, em Indaiatuba.

 

 

Do LANCE!

Obesidade cresce entre usuários de planos de saúde, diz pesquisa

obesidade-32445

Apesar de terem se tornado mais frequentes o consumo de frutas e hortaliças e a prática de atividade física, pesquisa mostra aumento da obesidade e sobrepeso entre 208 e 2016 Wilson Dias/Agência Brasil

Uma pesquisa com 53 mil usuários de planos de saúde de todo o Brasil aponta aumento da obesidade e do sobrepeso entre 2008 e 2016, apesar de terem se tornado mais frequentes o consumo de frutas e hortaliças e a prática de atividade física.

Os dados foram divulgados hoje (15) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e fazem parte da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel). Foram entrevistados por telefone cerca de 20 mil homens e 33 mil mulheres que moram nas 26 capitais estaduais e no Distrito Federal.

Em 2008, 46,5% dos entrevistados apresentavam Índice de Massa Corpórea (IMC) superior a 25 pontos. Essa parcela da população aumentou para 53,7% quando a pesquisa foi repetida no ano passado.

O Índice de Massa Corpórea é um dos parâmetros utilizados pela Organização Mundial da Saúde para identificar se uma pessoa está em um peso correspondente a sua altura. O valor é calculado dividindo o peso da pessoa pela sua altura ao quadrado [multiplicada por ela mesma]. Quando atinge ao menos 30 pontos de IMC, uma pessoa é considerada obesa, o que é o caso de 17,7% dos usuários de planos de saúde.

Em 2008, essa parcela era de 12,5%, e, se comparado o número de obesos daquele ano ao de 2016, é possível constatar que houve um crescimento de 41,6%.

Mais frutas e hortaliças

Apesar dessa alta, a pesquisa constatou a melhora de alguns indicadores. O número de adultos que consomem refrigerantes ao menos cinco vezes por semana caiu de 26,2% para 14,7%.

O percentual de pessoas que trocam refeições por lanches começou a ser medido em 2013 e também caiu, de 19% para 15,6%. Por sua vez, o hábito de comer hortaliças e frutas com regularidade cresceu de 27% em 2008 para 30,5% em 2016.

A população que pratica ao menos 150 minutos de atividade física moderada ou intensa semanalmente cresceu de 37,4% em 2010 para 42,3% em 2016. A inatividade física, por outro lado, caiu cinco pontos percentuais, de 19,2% para 14,2%.

Foi classificado como inativo o entrevistado que respondeu não ter praticado nenhuma atividade física nos três meses anteriores à pesquisa. Também são consideradas nessa resposta a realização de atividade física no trabalho, limpeza pesada em casa e caminhadas de pelo menos 10 minutos para ir ou voltar de uma atividade díaria, como o trabalho ou a escola.

Obesidade por capital

A pesquisa identificou números regionais sobre os fatores de risco pesquisados e chegou à conclusão que cinco capitais já registram mais de 20% de usuários de plano de saúde obesos.

Manaus tem o índice mais elevado, com 22,3%, seguida por Macapá, com 20,8%, e Rio de Janeiro, com 20,5%. João Pessoa tem 20,2% e Aracaju, 20%. Palmas e Distrito Federal têm o menor percentual, de 13,4%.

Tabagismo

Outro dado levantado na pesquisa foi o consumo de cigarro, que apresentou queda em relação a 2008, mas parou de cair se observada a variação de 2015 para 2016.

Em 2008, 12,4% dos entrevistados eram fumantes, patamar que caiu ano após ano até atingir 7,2% em 2015. No passado, 7,3% dos usuários de plano de saúde declararam ser fumantes.

O número de fumantes passivos em domicílio ou em local de trabalho também caiu. A pesquisa verificou que 6,3% das pessoas estão expostas ao tabaco em casa e 5,2%, no trabalho.

 
Da Agência Brasil

Namoro antigo, salário ‘baixo’ e gratidão: a volta de Sheik ao Timão

Sheik tem ótima relação com a diretoria e com o técnico Fábio Carille, que sabiam do desejo de voltar ao Corinthians. Atacante fechou vínculo até o fim de junho com o Timão

Desde o fim do ano passado, a diretoria e a comissão técnica do Corinthians já sabiam do desejo do atacante Emerson Sheik: voltar ao clube em 2018 e possivelmente encerrar a carreira. O atacante tem boa relação com o presidente Roberto de Andrade, com o gerente de futebol Alessandro Nunes e também com o técnico Fábio Carille, todos que trabalharam na primeira passagem do atleta pelo Timão – Roberto de Andrade era diretor de futebol e depois tornou-se presidente, Alessandro era o lateral-direito da equipe que conquistou a Libertadores e o Mundial, enquanto Carille era o auxiliar da comissão fixa. Com isso, Sheik sempre se sentiu à vontade para falar que gostaria de retornar ao clube.

corr-5627d26f5ae16
Emerson Sheik voltou ao Corinthians
Foto: Alan Moricy/ LANCE!Press / LANCE!

Outro que tem boa relação com Sheik é o ex-presidente Andrés Sanchez, que é candidato da situação na eleição que será realizada no dia 3 de fevereiro. O ex-dirigente já havia informado ao atacante que, se vencesse o pleito, ele seria contratado. Porém, o jogador nem precisou esperar até lá, e foi anunciado pelo clube na segunda-feira, com vínculo até o fim junho.

 
Guilherme Amaro
LANCE!