Erlon tem Mandado de Segurança rejeitado pelo TSE e mantém Chuvisco na prefeitura de Itapecerica da Serra

Da Redação
Foto:Divulgação Jornal na Netitapecerica-eronErlon permaneceu na prefeitura durante 40 dias e tenta retornar

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recusou dar prosseguimento ao Mandado de Segurança impetrado por Erlon Chaves contra a decisão da ministra Luciana Lóssio, que determinou por meio de liminar o retorno a prefeitura de Itapecerica da Serra, de Amarildo Gonçalves, o Chuvisco e da vice-prefeita Regina Corsini. A decisão ocorreu nesta quinta-feira, 12. Relembre a sentença da ministra Luciana Lóssio aqui.

A negativa ao Mandado de Segurança impetrado pela defesa de Erlon Chaves foi assinada pela ministra Laurita Hilário Vaz. Ela reafirmou na sentença que o TSE não pode aceitar o colhimento de provas obtidas ilicitamente. Disse citando vários juristas.

Faz uma semana que Chuvisco reassumiu a prefeitura de Itapecerica da Serra. Ele passou 40 dias afastado do cargo depois de ser cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob a alegação de captação ilícita de sufrágio em decorrência de uma reunião realizada com estagiários da educação durante a campanha eleitoral no Hotel Del Verde.

No período de afastamento de Chuvisco quem assumiu a prefeitura foi Erlon Chaves, segundo colocado na eleição que ainda tenta no TSE reverter a decisão e retomar a prefeitura.

Fonte: Sandra Pereira/Jornal na Net