Campanha “Corinthians Popular” reivindica transparências e preços acessíveis

corinthians

Torcedores do alvinegro andam insatisfeitos com os preços dos ingressos e atitudes da diretoria do clube, alegam que perderam muitos benefícios desde que o clube mudou de casa, dentre elas a gratuidade  para crianças e idosos.

A campanha foi criada numa página de uma popular rede social e já conta mais de 3 mil seguidores,  alguns torcedores mais engajados fazem panfletagem e conversam sobre a campanha e seus objetivos ao redor do estádio em dias de jogos.

Porém, o objetivo da campanha não é só criticar o Corinthians, mas também apresentar soluções, através de conversas e debates.

As maiores reivindicações do grupo, que não tem  líder,  é a volta da gratuidade  para crianças menores de 12 anos e idosos acima de 60 anos.

Outra perda apontada pelo grupo é sobre os lugares populares, no Pacaembu eram 22 mil lugres,  já no Itaquerão  são apenas 14 mil, e os preço dos ingressos giram entre R$ 50,00 reais à R$ 350,00 nos lugares mais caros do estádio.

O grupo diz que os ingressos dos setores mais nobres do estádio são muito caros, logo, a grande maioria prefere se concentrar nos lugares onde os ingressos são mais em conta, e que mesmo assim, o clube tem condições de oferecer mais lugares a preço mais baixos para o público.

Em contrapartida, o Corinthians alega que precisa pagar o Estádio, que foi financiado, porém, alguns cartolas do time prometeram que metade do estádio seria destinado à preços populares.

Outra demanda apresentada pelo grupo é que as contas do time sejam abertas ao público, como medida de transparência.

 

Bruna Moral