Alckmin é reeleito governador de São Paulo

Geraldo Alckmin (PSDB) foi reeleito neste domingo (5) governador do Estado de São Paulo, cargo que vai ocupar pela quarta vez, podendo completar até 14 anos a frente do Estado. Com mais esta eleição tucana, o PSDB completará 24 anos seguidos governando o Palácio dos Bandeirantes.

Com 92% das urnas apuradas, o tucano tem 57,43% dos votos válidos. Em segundo lugar, aparece o pemedebista Paulo Skaf com 21,57%. Em terceiro lugar aparece Alexandre Padilha (PT) com 18,04%.

A vitória de Alckmin no primeiro turno já era esperada desde a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada em 2014. Ao longo da campanha, o tucano sempre apresentou uma intenção de voto na faixa dos 50%. Skaf, o maior concorrente no Estado, não chegou a passar dos 20%, enquanto Padilha esteve sempre abaixo de 10% das intenções.

Campanha Geraldo Alckmin

Moacyr Lopes Junior – 5.out.2014/Folhapress
443398-970x600-1

Geraldo Alckmin votar em um colégio, na zona sul de SP

Na manhã deste domingo (5) de eleição, após votar em um colégio da região do Morumbi, na capital paulista, o tucano que, caso seja reeleito, pretende “corrigir o que tem de ser corrigido e melhorar o que tem de ser melhorado”. “Hoje é dia de humildade, respeito e de aguardar a voz das urnas com serenidade”, disse o tucano.

Durante a campanha, o governador foi alvo de críticas sobre a crise da falta de água na região metropolitana e algumas cidades do interior do Estado. Os adversários criticaram a falta de investimentos no sistema Cantareira e na rede de distribuição da Sabesp.

Também caíram sobre ele críticas sobre a segurança pública do Estado, com aumento dos índices de roubo e assalto, a violência policial nas manifestações de junho de 2013 e o caso do cartel dos trens e do metrô de São Paulo.

DA FOLHA DE SÃO PAULO