Ouvidoria de Barueri se consolida como importante canal de comunicação

Da Redação 

Ouvidoria se consolida como canal

A Ouvidoria de Barueri procura estar cada vez mais próxima da população foto: Valdir Galindo

Criada em 2003, a Ouvidoria Geral do Município de Barueri já se consolidou como importante canal de comunicação entra a população e a Prefeitura. Só em 2014 foram geradas mais de 4 mil ocorrências, o que representa aumento de 40% em comparação ao registrado há dois anos.

Para o ouvidor-geral de Barueri, Agnaldo Almeida, esse número “mostra a população com mais participação nas ações do governo, seja propondo ideias ou buscando melhorias na qualidade dos serviços públicos”.

Além de denúncias e reclamações, a Ouvidoria também recebe sugestões e elogios sobre qualquer serviço de responsabilidade da Prefeitura de Barueri ou ato praticado por servidores municipais. Com livre acesso às unidades da administração municipal, o órgão tem autonomia garantida por lei para apurar e propor soluções que melhorem os serviços prestados à população.

A Ouvidoria de Barueri também serve como referência para outros municípios e no ano passado foi visitada por equipes de Guarulhos e Taboão da Serra, além de outras cidades do interior paulista. “Para que haja sucesso de todo o trabalho a ser desenvolvido, o nosso princípio é de integridade, transparência, imparcialidade, justiça e sigilo”, ressalta Agnaldo.

Para entrar em contato
A Ouvidoria Geral de Barueri pode ser contatada pelo e-mail ouvidoria@barueri.sp.gov.br, pelo telefone 0800-770-0123 (ligações gratuitas) ou por correspondência via correio. Também é possível interagir preenchendo formulários disponíveis em alguns setores da Prefeitura ou o formulário eletrônico no portal de Barueri (www.barueri.sp.gov.br), ou ainda pessoalmente no endereço rua Claro de Camargo Sobrinho, 56, Vila Pouso Alegre (Centro).

Para aproximar-se ainda mais da população barueriense, foi criado o programa Ouvidoria Itinerante em que agentes do órgão fazem visitas periódicas em determinados locais para, através de estudo de campo e entrevistas com cidadãos, diagnosticar necessidades de melhorias. O programa em breve percorrerá as Unidades Básicas de Saúde do município.

Com informações de João Carlos Amaral