Judô brasileiro garante mais cinco pódios e encerra JMM na liderança

Em: Judô, Mais Esportes

O judô brasileiro é o grande campeão dos Jogos Mundiais Militares. Com força máxima e composta por atletas que representarão o País nas Olimpíadas de 2016, a equipe conquistou mais cinco medalhas nesta terça-feira, e fechou a contagem na liderança do quadro de medalhas, com nove pódios (três ouros, três pratas e três bronzes) nas categorias individuais, além dos ouros por equipes nas chaves masculina e feminina. A Rússia ficou em segundo, com oito medalhas, seguida pela anfitriã República da Coreia, com sete.

No último dia de competições em Mungyeong, na Coreia do Sul, o paranaense Eduardo Bettoni subiu ao lugar mais alto do pódio na categoria até 90kg. Walter Santos (+100kg) e Maria Portela (70kg) ficaram com a prata, enquanto Nádia Merli (78kg) e Rochele Nunes (+78kg) ficaram com o bronze.

Vice-campeão do Aberto Pan-Americano de San Salvador em junho, Bettoni decidiu o título com o argelino Rachid Assameur, e obteve um wazari e um ippon para assegurar o ouro de maneira invicta. No caminho até a final, o judoca venceu o sul-africano Justin Johannes, o russo Karlen Palian e o mongol Tsogtgerel Khutag por ippon, e derrotou o local Hyung Ki Kim por yuko na semifinal. Visando as Olimpíadas do Rio, Bettoni festejou a conquista.

“Eu já sabia que não seria fácil. Todos os atletas que competiram eram de um nível alto, e minha categoria era a mais cheia. Mas estou bem treinado e bem preparadoO foco agora é treinar cada vez mais, pensando nos Jogos Olímpicos de 2016”, avaliou.

judo-CBK
Bettoni conquistou o ouro e ajudou o judõ do Brasil a encerrar participação nos JMM em primeiro lugar (foto: Divulgação/CBJ)

Da Gazeta Esportiva São Paulo, SP