Multas crescem 43% em um ano na capital

No ano passado foram aplicadas 4 milhões a mais de infrações na comparação com 2014

Em 2015, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) emitiu quatro milhões de multas a mais do que no ano anterior

. Os dados foram divulgados na noite de terça (29), no site Mobilidade Segura, lançado em fevereiro para apontar todas as infrações de trânsito cometidas na capital.

Segundo a companhia, no ano passado foram anotadas 13,3 milhões de multas contra 9,3 milhões em 2014. O número é 43,3% maior.

Coincidentemente, a partir de julho de 2015 passou a vigorar a redução de velocidade em São Paulo. O limite máximo, nas pistas expressas das marginais Pinheiros e Tietê é, desde então, de 70 km/h.

O balanço também aponta que subiu o número de multas eletrônicas, ou seja, geradas por radares. Do total, passou de 66,52% em 2014 para 71,94%.

Dados da própria CET, publicados pelo DIÁRIO no mês passado, mostraram que o número de radares saltou de 573 equipamentos em 2014 para 806 no ano passado, um crescimento de 40%, ou seja, pouco menor que o crescimento no total de multas aplicadas.

tra-transito-sp

Balanço também aponta que subiu o número de multas eletrônicas, ou seja, geradas por radares/ Divulgação

Em 2015, a capital contava com 8,1 milhões de veículos contra 7,9 milhões no ano anterior. Ou seja, o crescimento de veículos nas ruas (de 2,5%) foi muito menor que o de multas aplicadas.

Os carros foram responsáveis por 71,7% das autuações, seguido por utilitários (18,73%), ônibus (0,43%), caminhões (4,62%) e motos (3,79%). Outros veículos levaram 0,74% das multas. Fábio Pescarini

 

Do: Diário SP Online