Palmeiras e Corinthians: domínio no campo e na arquibancada no BR-16

Verdão, primeiro lugar na tabela, tem mais vitórias (dez) e o melhor ataque, com 31 gols, enquanto o Corinthians é a melhor defesa. Fora de campo os rivais também estão no topo

A liderança do Brasileirão por parte do Palmeiras e a vice-liderança do Corinthians, na cola dois pontos atrás, é apenas um dos duelos entre os rivais. Mas se engana quem pensa que esse protagonismo dos eternos rivais paulistas se restringe às quatro linhas. Verdão e Timão também dominam as arquibancadas, tanto na competição quanto na temporada.

Dentro de campo, além das primeiras colocações (32 a 30 pontos), o Palmeiras tem mais vitórias (dez) e o melhor ataque, com 31 gols, enquanto o Corinthians é a melhor defesa, com apenas 12 gols sofridos (veja números abaixo).

Mas é fora das quatro linhas que a disparidade da dupla chama mais atenção. Apenas quatro clubes da Série A conseguem preencher mais da metade da capacidade de seus estádios no Brasileirão. E o Palmeiras lidera no quesito, com 75%, seguido pelo Corinthians, com 73% – Atlético-MG (57%) e Flamengo (55%) vêm na sequência. Os outros 16 se acostumaram a ver suas casas com muitos lugares vazios. Os piores são o lanterna América-MG (11%) e Bota (16%).

SAIBA MAIS
Recorde de público é quebrado, e Palmeiras tem a melhor média do BR
Na média de público, os arquirrivais paulistas também aparecem no topo. O Timão tem 33.075 pagantes/jogo na Arena Corinthians, enquanto o Verdão leva em média 32.692 pessoas ao Allianz Parque. Internacional (21.954) e Cruzeiro (21.649) completam o “G4 de público”. No Z4 dessa disputa estão América-MG (2.596), Botafogo (4.375), Ponte Preta (4.601) e Fluminense (6.117).

Novamente Palmeiras e Corinthians lideram no quesito renda bruta. O primeiro arrecadou R$ 18,3 milhões, enquanto o segundo obteve R$ 17 milhões – ambos em nove jogos como mandante. Um detalhe: no último domingo, Palmeiras x Atlético-MG teve 100% dos ingressos vendidos pelo site da FutebolCard, gestora do Avanti, e registrou a maior renda do BR: R$ 2.935.305.

Entre os sócios-torcedores, outra vez a dupla do Dérbi são destaques no topo da pirâmide: Corinthians, com o Fiel Torcedor, lidera o ranking do Movimento por um Futebol Melhor, com 127,9 mil sócios. Já o Palmeiras aparece em segundo, com 126,6 mil. Em 2015, o Avanti foi o programa que mais arrecadou no Brasil, gerando R$ 32,4 milhões aos cofres alviverdes. No Brasileirão, compõe cerca de 70% do público no Allianz. O Corinthians não divulga essa porcentagem, mas gira em torno de 75% dos torcedores.

RIVAIS DENTRO DE CAMPO:

Classificação no Brasileirão-16:
1º Palmeiras – 32 pontos
2º Corinthians – 30 pontos

Mais vitórias no BR-16:
1º Palmeiras – 10
2º Corinthians – 9

Maior saldo no BR-16:
1º Palmeiras – 16
2º Corinthians – 14

Menos gols tomados no BR-16:
1º Corinthians – 12
2º Palmeiras – 15

Mais gols marcados no BR-16:
1º Palmeiras – 31
3º Corinthians – 26
————————————————-

RIVAIS FORA DAS QUATRO LINHAS:

EM TODA TEMPORADA 2016:

Média de público pagante:
1º Corinthians – 33.631
2º Palmeiras – 27.631

Renda bruta:
1º Corinthians – R$ 44,2 milhões
2º Palmeiras – R$ 32,9 milhões

Renda líquida:
1º Corinthians – R$ 25,4 milhões
2º Palmeiras – R$ 22,3 milhões

Ocupação de estádio:
1º Palmeiras – 74%
2º Corinthians – 65%
——————————-

NO BRASILEIRÃO-16:

Média de público pagante:
1º Corinthians – 33.075
2º Palmeiras – 32.692

Renda bruta:
1º Palmeiras – R$ 18,3 milhões
2º Corinthians – R$ 17 milhões

Renda líquida:
1º Palmeiras – R$ 13,9 milhões
2º Corinthians – R$ 10,4 milhões

Ocupação de estádio:
1º Palmeiras – 75%
2º Corinthians – 73%
————————————-

Sócios-torcedores:
1º Corinthians – 127,9 mil
2º Palmeiras – 126,6 mil
Do LANCE!