Brasil empata sem gols com a África do Sul mesmo com um jogador a mais

Da Redação:Adversário perdeu o meia Mvala no início da segunda etapa, mas não facilitou para os brasileiros

brasilx afica
Sem gols e ainda com pouca emoção. Essa foi a estreia da Seleção Brasileira masculina nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Mesmo com um jogador a mais em boa parte do segundo tempo, o elenco de Rogério Micale teve dificuldades de se desvencilhar da marcação da África do Sul e ficou apenas no 0 a 0 pelo Grupo A, agora embolado com todos com um ponto – Iraque e Dinamarca também empataram nesta quinta-feira, 4, sem nenhuma bola na rede.

Assim como foi na Copa do Mundo, o Brasil entrou em campo diante da torcida pressionado por um bom resultado logo no primeiro jogo. O palco era o Mané Garrincha, em Brasília, onde a camisa verde e amarela caiu para a Holanda na decisão de terceiro lugar do mundial, há dois anos, na última vez em que o estádio recebeu uma competição oficial de seleções.

Com muito vigor físico e disciplina tática, a África do Sul conseguiu anular as principais peças do técnico Rogério Micale. Neymar pouco produziu na primeira etapa e sempre estava envolvido na marcação de pelo menos dois defensores. Gabriel Jesus acabou ‘escondido’ atrás da zaga e Gabriel Barbosa muito aberto pela direita e distante da grande área, onde já conhece os caminhos.

Além disso, Renato Augusto não conseguiu aparecer para receber a bola e o volante Thiago Maia tinha dificuldades em iniciar as jogadas. Com isso o Brasil passou a apostar nas laterais do gramado, com Zeca e Douglas Santos. Ainda assim a primeira etapa deixou a desejar em oportunidades claras de gol, mesmo com os arremates a distância da seleção canarinha.

Mas, o segundo tempo ainda tinha muita emoção reservada ao torcedor de Brasília. Micale conseguiu acertar o desenvolvimento ofensivo, com ultrapassagens rápidas e triangulações, mas também abriu o sistema defensivo em busca do primeiro gol. Tanto que os africanos passaram a chegar com mais perigo ao gol de Weverton, que finalmente passou a trabalhar no Mané Garrincha.

No momento em que o atacante Luan aqueceu para entrar no lugar de Felipe Anderson, o meia Mvala acertou uma entrada em Zeca no meio campo e recebeu o segundo amarelo. Com um a mais em campo e quatro jogadores ofensivos, o Brasil aumentou a produção. Aos 24 minutos, na chance mais clara, Luan invadiu a grande área, cruzou rasteiro e ela caiu nos pés de Gabriel Jesus, sem goleiro, escorar na trave direita de Khune.

Agora a seleção se prepara para enfrentar o Iraque no domingo, às 22h, novamente em Brasília.

 

Com informações da FPF