Corinthians perde para o Fluminense com gol nos acréscimos

Arena Corinthians contou com menos de 19 mil pagantes e recebeu o pior público da sua históriacori-fulll

Foto: Divulgação

Apesar de dominar a maior parte do segundo tempo, o Corinthians foi derrotado pelo Fluminense, por 1 a 0, na tarde deste domingo (25), em São Paulo. O único gol da partida, válida pela 27ª rodada do Brasileirão, saiu apenas aos 49 minutos da etapa final.

Este é o quarto jogo seguido do Corinthians sem vitórias no campeonato, com três derrotas e um empate. A má fase deixa o time paulista afastado do G4, na sétima posição, com 41 pontos. Tem quatro pontos a menos que o Santos, o quarto colocado. Foi ultrapassado pelo próprio Fluminense, que assumiu a quinta posição, com 43 pontos.

Corinthians e Fluminense protagonizaram um bom duelo tático no primero tempo. Compactos e rápidos na transição, os dois times imprimiram muita intensidade e uma forte pressão na saída de bola. Fato que contribuiu para o alto número de passes errados já aos 16 minutos: 15 no total, sendo nove dos paulistas e seis dos cariocas.

Apesar de um início bem movimentado, os espaços para conclusões limpas foram bem reduzidos. O que também impediu chances claras de gol. A primeira delas aconteceu somente aos 24 minutos. E foi para os visitantes. O meia Gustavo Scarpa fez belo lançamento para o atacante Marcos Júnior. Ele invadiu a área pela direita e bateu cruzado. O goleiro Walter desviou com a ponta dos dedos para salvar.

A resposta corintiana foi imediata. No minuto seguinte, o time encaixou um bom conra-ataque, que quase acabou em gol. O atacante Romero disparou pela direita, colocou entre as pernas do atacante Wellington e cruzou rasteiro. O volante Douglas tentou cortar e quase fez contra. O goleiro Júlio César defendeu no susto. O meia Rodriguinho ainda pegou a sobra, mas chutou em cima da zaga.

Depois disso, o jogo só voltou a ficar emocionante nos minutos finais. Os cariocas tiveram duas chances, com Wellington e Gustavo Scarpa. Na melhor delas, o meia cobrou escanteio e quase marcou olímpico, aos 43 minutos. Os paulistas também assustaram aos 46, quando o volante Camacho pegou rebote fora da área e bateu para grande defesa de Júlio César.

Na segunda etapa, houve menos equilíbrio em comparação com a primeira. O Fluminense até chegou com perigo aos cinco minutos. Douglas deu ótimo passe para Marcos Júnior. O atacante invadiu a área e bateu cruzado. Walter, mais uma vez, se esticou todo para manar para escanteio.

O problema é que, aos poucos, o time visitante sentiu o desgaste pelo ritmo intenso do primeiro tempo. Melhor para o Corinthians, que conseguiu manter a mesma intensidade e passou a pressionar. Aos 17 minutos, chegou próximo de marcar. Após bela triangulação com Marquinhos Gabriel e Rodriguinho, o meia Giovanni Augusto bateu rasteiro e exigiu ótima defesa de Júlio César.

Nem mesmo as alterações efetuadas pelo técnico Levir Culpi alteraram o cenário do jogo. O clube paulista continuou a crescer e acuar cada vez mais o adversário. Aos 34 minutos, mais uma boa chance dos alvinegros. Romero aproveitou cruzamento na área e emendou uma bicicleta. Atento, Júlio César defendeu no meio do gol.

O que importa, porém, é bola na rede. Mesmo depois de cair de rendimento no segundo tempo, o time carioca encontrou forças para chegar à vitória nos acréscimos. Gustavo Scarpa levantou na área e o atacante Magno Alves ajeitou. O meia Cícero teve tempo de dominar e bater no canto direito de Walter.

No próximo sábado (01), às 16h30, o Corinthians volta a campo para enfrentar o Botafogo, no estádio Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ). Antes, porém, recebe o Cruzeiro, na quarta-feira (28), pela Copa do Brasil. Enquanto isso, o Fluminense encara o Sport, no mesmo dia, às 11 horas, no estádio Giulite Coutinho, também no Rio de Janeiro.

 

Da Agência FPF