O Governo do Estado poderá resolver problemas da área da Savoy em Carapicuíba

O Governo do Estado poderá resolver problemas da área da Savoy em Carapicuíba 

Da Redação

 

Secretário de Estado da Habitação, Silvio Torres e deputado Marcos Neves em audiência 

O Deputado Estadual Marcos Neves teve audiência, dia15/10, com o Secretário de Estado da Habitação, Silvio  Torres e com o diretor do  DAEE – Departamento de Água e Energia Elétrica , Ricardo Borsari , onde ficou estabelecido que o Governo do Estado poderá comprar a área da Savoy através do DAEE. A compra será feita em acordo com a Secretaria de Estado da Habitação para atender a demanda das pessoas que moram na área da Lagoa e da Savoy em Carapicuíba. Só a área do Savoy tem 7 mil metros quadrados, um loteamento de chácaras composto de três quadras (da construtora Savoy), onde moram  mais de 700 familias que convivem há anos com o risco de sofrer despejo.

O Secretário de Estado da  Habitação, Silvio Torres juntamente com o deputado  Marcos Neves estão se esforçando para que o projeto se torne realidade e que posteriormente, com a aquisição da área virá a construção dos apartamentos.     

O deputado Marcos Neves também esteve em sessão da Câmara dos Vereadores de Carapicuíba , no dia 13/10, onde solicitou aos vereadores a formação de uma  Comissão  para acompanhamento de todo esse processo de urbanização junto ao poder executivo  da cidade. Na ocasião, a Comissão foi formada pelos vereadores: Joel Gama (PTB), Abrão Jr (PT), Wanderley (PPL), Gilmara Gonçalves (PSC), Tantinho (PMDB), professora Sonia (PDT), Waltinho (PSDB).

Conforme dados do Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística),Carapicuíba tem cerca de 115 mil moradias  e, segundo projeção do Ministério das Cidades, calcula-se ( conforme projeção de crescimento populacional, levando em consideração que cada casa tenha uma média de 4 moradores)  que a demanda futura habitacional do município de Carapicuíba até 2023 , será de 155.836 novas residências.  Esse dado mostra que o município terá que enfrentar o desafio de construir em 11 anos, 40.317 novas moradias, o que dá um total de 3.665  casas a cada ano.

“Estamos em vias, juntamente com o Governo do Estado de dar uma solução definitiva a um problema, cuja resolução vem sendo adiada há anos”, comemorou o deputado Marcos Neves.
Informações: com a  Assessora de Imprensa -Eliane Turibio Lopes