PM Leandro Prates é medalha de ouro no Pan de Guadalajara

PM Leandro Prates é medalha de ouro no Pan de Guadalajara

O soldado Leandro Prates Oliveira, de 29 anos, diz que não quer abandonar a PM nem depois do ouro (Foto:Divulgação) 

Em uma das provas mais emocionantes da edição 2011 dos Jogos Pan-Americanos, Leandro Prates bateu o equatoriano Byron Efren Piedra por apenas um centésimo de segundo na disputa dos 1.500 m rasos, realizada nesta quarta-feira (26). Diante de tão pouca diferença, os juízes precisaram recorrer ao photo finish para declarar o brasileiro vencedor.

Ao contrário da maioria de seus colegas, Leandro não se dedica somente ao atletismo. Baiano de Vitória da Conquista, ele trabalha como policial e atualmente serve na Escola de Educação Física da PM de São Paulo. Antes, passou pelo patrulhamento de ruas e pelo serviço de 190. 

O campeão, porém, garante que nunca precisou utilizar a sua velocidade para prender ninguém:

- Se um dia eu precisar correr mesmo, que seja para ajudar alguém. Eu ficaria muito mais feliz, mas por enquanto não foi necessário.

Leandro já tentou ser atleta profissional, mas a falta de dinheiro o obrigou a ter um emprego. Agora, com o ouro no peito e a perspectiva de novos patrocínios pela frente, ele não quer deixar de ser policial:

- Meu próprio batalhão tem os recursos necessários para que eu possa treinar. Eu nunca vou abandonar pela PM. Eu não optei por eles pela necessidade, era um sonho de criança. Só descobri que queria ser atleta aos 20 anos, mas quis ser policial desde pequeno. Se eu puder continuar como os dois, vou estar me sentindo como agora: realizado.

Dúvida sobre a cor da medalha

A chegada apertada em Guadalajara enganou o próprio brasileiro, que chegou a pensar que tinha ficado com a prata:

- Na hora, o meu treinador e o dele comemoraram muito. Eu também fiquei na dúvida, pois você não tem noção. Mas nos últimos dias, eu procurei trabalhar bem esse final rápido, que não é a minha característica e o treinamento deu certo!
Após um rápido momento de irritação, o equatoriano Efren Piedra aceitou o resultado final do México:

- Me sinto um pouco triste, pois tive a medalha de ouro em minhas mãos.

Leandro teve certeza de sua convocação só em 30 de agosto

Só na manhã de 30 de agosto é que ele recebeu a notícia de que havia sido convocado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) para integrar a seleção nos 16° jogos do Pan Americanos. 

Naquele dia, declarou: “Estou muito feliz, porque foi a premiação de um grande esforço que eu esperava há muito tempo”, disse o policial militar ao Portal da SSP.

Para chegar ao Pan Americano

Para conseguir uma vaga na seleção brasileira de Atletismo para disputar o Pan, a Federação Paulista de Atletismo (FPA) estipulou um tempo de 3:38. Mesmo treinando diariamente duas horas, na Escola de Educação Física da Polícia Militar e na pista de Guarulhos, na Grande São Paulo, Prates chegou dois segundo a mais do que o exigido.

Dedicando seu tempo aos treinamentos do seu esporte favorito e à Polícia Militar, ele venceu a 11ª etapa do Torneio da Federação Paulista de Atletismo e ocupou o 1° Lugar, na última sexta-feira (26), na cidade de São Paulo. Essa vitória garantiu a sua vaga nos jogos de Guadalajara.

Antes de conquistar essa competição, ele foi Bicampeão no Troféu Brasil, nos 1500 metros, e vice-campeão, na modalidade dos 5000 metros.

Em maio, ele venceu o Sul-Americano de Milha, na cidade de Belém, na região Norte do país e, em junho, foi pentacampeão estadual nos 1.500 metros, em São Paulo.

Leandro ganhou a competição de 1.500 metros do Sul-Americano, em junho, em Buenos Aires, na Argentina, e o Ibero-Americano, nos 3.000 metros, na cidade de San Fernando, na Espanha, em que também ficou com o bronze na disputa dos 1.500 metros.

Fotos: Divulgação

Após ficar em 1° lugar na 11° etapa do Torneio da Federação Paulista Atletismo, ele foi convocado e ganhou o ouro no Pan  “Sempre carrego em meu uniforme o brasão da Polícia Militar" diz o orgulhoso soldado  Leandro Prates Oliveira, de 29 anos, só teve certeza de sua convocação no começo de setembro 


Com informações de Carolina Canossa, do R7 e Dandara Colins, do Portal da SSP