Corinthians visita o Colo Colo e tenta mostrar que chegou a hora do bi

cori-DkCGwOMW4AAvs-43267

Corinthians inicia o mata-mata contra o Colo Colo, no Chile (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

O Corinthians desembarcou em Santiago na última segunda-feira com o goleiro Cássio dizendo que o amadurecimento da equipe “tem que acontecer agora”, a tempo de conquistar o sonhado bicampeonato da Copa Libertadores da América. Um dos poucos remanescentes daquela conquista, o arqueiro e seus companheiros terão a oportunidade de iniciar essa caminhada no mata-mata nesta quarta, às 21h45 (de Brasíli), diante do Colo Colo, no estádio Monumental, pelas oitavas de final do torneio.

Depois de ser campeão em 2012, findando uma longa espera, o Timão conseguiu montar times badalados, com atletas que tornaram-se até base da Seleção Brasileira (Gil, Paulinho, Elias, Renato Augusto), e parecia destinado a reinar no continente. Com uma série de insucessos, passando por arbitragens controversas (Boca, 2013) e certa soberba (Guaraní-PAR, 2015), o clube nem sequer passou das oitavas desde então.

“Tem que ser agora (o amadurecimento), o quanto antes melhor. Sabemos que a nossa equipe é jovem e que está se reformulando, mas a gente vem bem. Todos os que chegaram já entenderam a nossa filosofia, que não muda independentemente de técnico ou elenco”, avaliou o arqueiro, que só terá a companhia de Emerson Sheik entre os campeões de 2012 no Chile. Ralf, sem a condição física ideal, e Danilo, por opção, ficaram no Brasil.

O duelo ganhou tamanha importância para os alvinegros que o técnico Osmar Loss, mesmo desejando uma “escalada” no Campeonato Brasileiro, poupou alguns titulares no final de semana, contra o Atlético-PR, para chegar com um time em boas condições físicas na casa do adversário.

Dessa forma, Fagner, Danilo Avelar e Gabriel, que não encararam o Furacão, voltam ao time frente ao Colo Colo. Clayson, que retoma sua melhor condição após perder dias de treinamento pelo falecimento da sua sogra, foi bancado pelo treinador e segue na ponta esquerda, com Mateus Vital indo para o banco de reservas.

Do outro lado, também em meio a um trabalho de reconstrução do elenco e da comissão técnica, o rival corintiano aposta em alguns conhecidos do futebol brasileiro. Maldonado, ex-volante, é auxiliar do técnico Héctor Tapia. No meio, Valdivia fica a cargo da armação para o atacante Lucas Barrios, ambos ex-Palmeiras. Esteban Paredes, um dos maiores ídolos do time chileno forma dupla com o paraguaio na frente.

FICHA TÉCNICA
COLO COLO X CORINTHIANS

Local: Estádio Monumental, em Santiago (Chile)
Data: 8 de agosto de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (Colômbia)
Assistentes: Alexander Guzman e John Alexander Leon (ambos da Colômbia)

COLO COLO: Orión; Opazo, Zaldivia, Insaurralde e Pérez; Carmona, Valdés, Baeza e Valdivia; Barrios e Paredes
Técnico: Hector Tapia

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas; Pedrinho, Romero, Jadson e Clayson
Técnico: Osmar Loss

 

Tomás Rosolino
Da Gazeta Esportiva – São Paulo, SP